Palio briga com o Gol no Brasil

O Palio está na briga para desbancar o Gol, modelo campeão de vendas nos últimos 27 anos no Brasil. A decisão mais parece decisão de campeonato de futebol e deve ser decidido na última venda aos 50 minutos do 2º tempo

Faltam apenas alguns dias para o ano de 2015 e o Palio e Gol se enfrentam pelo topo dos carros mais vendidos no Brasil. A briga mais parece final de campeonato de futebol, e, pelo jeito, o vencedor deve sair nos acréscimos, lá pelos 50 minutos do segundo tempo.

O ainda campeão Gol – que não perde a disputa há 27 anos consecutivos – lutou nos primeiros seis meses deste ano e começou a perder terreno para o hatch da Fiat, que conseguiu manter duas carrocerias – Palio Fire e o novo Palio – para desbancar o modelo da Volkswagen – que teve que aposentar a versão de volume, o Gol G4, por não se adequar às normas de segurança e a inclusão de itens obrigatórios, como air bag duplo e o sistema de freios ABS.

Palio e gol

No mês de novembro, o Palio registrou 15.399 unidades contra os 12.029 emplacamentos do Gol, que ficou atrás até do Onix, da Chevrolet (14.484 unidades). De janeiro até novembro de 2014, o Gol tem uma desvantagem de 1.577 unidades, registrando 159.207 unidades frente ao volume de 160.784 unidades do Palio.

Vendo o Palio à frente, a alemã Volks deu avisos de mudanças e lançou a versão Special. O modelo mais basicão parte de R$ 27.990 com carroceria de duas portas e motor 1.0 flex de até 76 cavalos. Traz poucos atrativos com banco do motorista com regulagem de altura, faróis com máscara escurecida, rodas de aço de 14 polegadas com calotas e painel de instrumentos com conta-giros, além dos obrigatórios freios ABS e air bags frontais. Itens como direção hidráulica, limpador traseiro, vidros e travas elétricos são opcionais.

Já a Fiat aposta no Palio Fire (R$ 25.430) com duas portas e motor 1.0 8V Flex, de 75 cv. Sua nova versão Way inclui os obrigatórios air bag duplo e freios ABS com EBD e pacote com indicador digital do nível de combustível, retrovisores externos com comando interno, relógio digital. De opcionais, há travas e vidros elétricos, ar-condicionado, direção hidráulica, rodas em liga leve aro 14″, faróis de neblina e rádio com entrada USB.

Lançado em 1980, o Gol é um carro longevo e se garante com uma mecânica atualizada e uma caixa de câmbio de engates precisos. Seguindo um outro caminho, a Fiat valorizou o visual do Palio e suas inúmeras versões, oferecendo um “hatch” dentro dos anseios do brasileiro. Ofertado com a opção de três motores (dois propulsores flex 1.0 e outro 1.6) e até câmbio automatizado, o Gol garante-se como líder ante o rival Palio, que tem quatro opções de motor flex (dois 1.0 de potências diferentes, um 1.4 Evo e o 1.6 e-TorQ, de 117 cavalos para a versão Sporting) e câmbio Dualogic.

VW Gol x Fiat Palio

 

VW Gol

Gol-G5

  • Lançado em 1980, o Gol ganhou o Brasil e o mundo. É o único modelo a desbancar em vendas o Fusca. É o atual líder de vendas há 27 anos ininterruptos no país.
  • A Volks faz uma leve reestilização no hatch em 1987. Um ano antes, havia as versões GTS e GT 1.8, de 99 cavalos declarados. O GTS é o 1º carro com aerofólio de fábrica.
  • Em 1991, ocorre a 2ª reestilização da primeira geração. O carro ficou com visual mais moderno e um conjunto frontal renovado (grade, faróis e lanternas).
  • Foi lançada a última série especial da primeira geração, o Gol Copa, em alusão à Copa dos EUA. A Volks começa a oferecer versões mais básicas do hatch no mercado.
  • A segunda geração do Gol é apresentada em 2004 e ganhou logo o apelido de Gol “bolinha”. Em 1995 o Gol CLi 1.6 saiu com 86 cv de potência.
  • Em 1997, a Volks instalou injeção eletrônica multiponto no Gol. É oferecida a versão GL com opção de motor 1.6, que até então possuía motor somente 1,8 litro.
  • O hatch ganhou uma série de versões, como a Rolling Stones em alusão ao festival Hollywood Rock 95 e Atlanta em homenagem às Olimpíadas de 1996.
  • Em 1999, chega a 3ª geração. Em 2003, a Volks inova com o Gol 1.6 Total Flex, primeiro carro nacional com motor que bebe etanol e gasolina em qualquer proporção.
  • Em setembro de 2006, chegou a 4ª geração. Em seguida, o Gol G5 trouxe inovações melhoras na geração atual G6, que oferece câmbio automatizado i-Motion e versões mais completas.

Fiat Palio

palio_attractive_1-0_026

  • Em 1996, a Fiat lançou o Palio, veículo com a missão de desbancar o Gol. Desenvolvido para o mercado nacional, o hatch ganhou derivados (sedã, perua e picape).
  • O hatch esbanjou novidades. Chegou como o primeiro carro com motor 1.6 de quatro válvulas por cilindro, 16V, e de embreagem eletrônica (Palio Citymatic) em 1999.
  • A Fiat começa a oferecer o Palio nas versões EX (1.0 mpi 8v, EL com motor 1.6 spi 8v com injeção monoponto) e ELX (1.0 mpi 8v ou 1.6 mpi 8v, com injeção multiponto).
  • O Palio entra na onda das versões e a Fiat lança a série especial ELX 500 anos, em comemoração aos 500 anos do descobrimento do Brasil.
  • Em 2001, a Fiat faz a primeira mudança no Palio. O hatch perde a carroceria antiga, ficando com a nova versão única Young, com motor Fiasa 1.0 mpi 8v.
  • A Fiat faz a 2ª reestilização. O Palio ganha a versão mais equipada HLX 1.8 8v com carroceria de 5 portas e air bags laterais no pacote de opcionais.
  • A versão Fire ganha importância na linha. Em 2016, a Fiat lança o esportivo Palio 1.8 R e a versão Palio ELX 30 anos, em alusão aos 30 anos da empresa no Brasil.
  • Em 2011, a Fiat lançou a nova geração. O modelo perdeu a versão 1.8R. No ano passado, ganhou a versão Sporting com visual mais incrementado e câmbio Dualogic.
  • O novo Palio desbanca o Gol a partir de meados de 2014. O hatch da Fiat é vendido em versões variadas e pacotes de equipamentos valorizam o gosto do brasileiro, que escolhe os itens que desejam.

Veja também...

Veja mais
Carregar mais