Alonso almeja a tríplice coroa do automobilismo

Por Pedro Marchesini (colaborador)

A Tríplice Coroa do Automobilismo é um título não oficial dado a um piloto que conquista as três provas mais prestigiadas do automobilismo mundial, ou as três provas com maior dificuldade dentro de uma categoria, ao longo de sua carreira. E é um sonho de todos os grandes pilotos vencer o GP de Mônaco, as 550 Milhas de Indianápolis e as 24 Horas de Le Mans.

O Grande Prêmio de Mônaco, que foi disputado pela primeira vez em 1929, em 1950, teve sua primeira participação na Fórmula 1 e a partir de 1955 passou a ser integrado ao campeonato de Formula 1; as 500 Milhas de Indianápolis realizada no circuito oval do Indianapolis Motor Speedway que começou a ser construído em 1909, pouco tempo depois ocorre à primeira edição em 1911 das 500 Milhas de Indianápolis.; e as 24 Horas de Le Mans é uma das mais tradicionais corridas automobilísticas do mundo e a principal prova do Campeonato Mundial de Endurance da FIA. É apontada como a maior corrida do planeta. A prova de resistência de 24 horas de duração é disputada anualmente desde 1923, no Circuit de La Sarthe, na França.

O Grande Prêmio de Mônaco e as 500 Milhas de Indianápolis são realizados na mesma época, no mês de Maio e em continentes distintos. Mônaco no continente Europeu e Indianapolis no continente Americano. Por este motivo, os pilotos disputa em anos diferentes cada prova.

Fernando Alonso, hoje o piloto com maior evidencia no automobilismo mundial, nascido em 1981 na Espanha, bicampeão mundial de Fórmula 1 em 2005 e 2006 pela Renault, além de ser vice-campeão em 2010, 2012 e 2013 pela Ferrari, também venceu duas provas de endurance, as 24 Horas de Le Mans de 2018 e as 24 Horas de Daytona de 2019.

Fernando chegou a Formula 1 em 2001 aos 20 anos, passou pela equipe Minardi como piloto de teste e em 2002 foi ser piloto de teste da Renault, passando a titular em 2003. Na formula 1 tem números expressivos, 32 vitorias, 97 pódios, 22 pole-positions. Teve sua ultima corrida na formula 1 em 2018 no GP de Abu Dhabi em 2018.

Alonso é o único piloto na atualidade em condições para conquistar a Tríplice Coroa do automobilismo mundial. Vencedor de dois grandes prêmios de Mônaco, 2006 com a equipe Renault e 2007 com McLaren, foi o grande campeão das 24 Horas de Le Mans na edição de 2018 com a equipe Toyota. Com este histórico Fernando Alonso só falta ganhar as 500 Milhas de Indianápolis, onde disputou a corrida em 2017 na equipe Andretti, liderou a prova por algumas voltas, mas abandonou por motivo mecânico no motor Honda. Na ocasião Alonso foi eleito o melhor estreante.

Este ano, Fernando vai participar da edição das 500 Milhas de Indianápolis como piloto da equipe McLaren. A prova da Indy 500 será a 6º etapa do calendário, onde a corrida acontece no dia 26 de maio.

Para isso, Alonso vem trabalhando duro, fará dois teste, um no inicio do mês de Abril no circuito oval do Texas, e o segundo no final de Abril no circuito de Indianápolis, onde acontece a prova das 500 milhas. A equipe McLaren já teve participações na prova das 500 Milhas de Indianápolis, e venceu em três ocasiões, a primeira em 1972, a segunda 1974 e a ultima 1976. É uma equipe que tem um bom histórico nesta pista.

Graham Hill é o único piloto a vencer a Tríplice Coroa do Automobilismo, as 24 horas de Le Mans em 1972, as 500 Milhas de Indianápolis em 1966 e o Grande Prêmio de Mônaco em 1963, 1964, 1965, 1968 e 1969. Britânico nascido na Inglaterra bicampeão mundial de Fórmula 1 em 1962 e 1968. Ele esteve na categoria por 18 temporadas entre 1958 e 1975, foi também dono de equipe. Ele recebeu o apelido de Mr. Mônaco, em função das cinco vitórias em Monte Carlo na década de 1960. A sua marca foi superada 24 anos depois pelo brasileiro Ayrton Senna, que obteve seis vitorias no principado.

Graham Hill e seu filho Damon Hill, campeão da Formula 1 em 1996, eram os únicos pai e filho a ter ganho o Campeonato Mundial de Fórmula 1. Essa marca foi superada por Nico Rosberg, que foi o campeão da temporada de Formula 1 em 2016 com a equipe Mercedes-AMG e seu pai Keke Rosberg campeão em 1982 com a equipe Williams-Ford.

No campeonato de Endurance-WEC, que são as provas de longa duração, a Tríplice Coroa é dada ao piloto que vencer no mesmo ano, as 3 provas mais duras do campeonato, que são: 24 Horas de Le Mans, 24 Horas de Daytona e as 12 Horas de Sebring. A Tríplice Coroa do Endurance já foi conquistada por 10 pilotos. Na Formula Indy a Tríplice Coroa é dada ao piloto que ganhar no mesmo ano as 3 provas de 500 milhas do calendário. Indianapolis, Pocono e Ontario. O único piloto a ganhar foi Al Unser em 1978. Atualmente a pista de Ontario esta fechada, e foi substituída por Michigan-500.

Veja também...

Veja mais
Carregar mais