Argo 1.0 anda bem para ser líder

Argo 1.0 anda bem para ser líder

152
0
COMPARTILHAR

Por Roberto Nunes

O Argo é o verdadeiro “três em um” da Fiat no Brasil. Apresentado para ocupar o espaço dos aposentados Punto e Bravo, o hatch da marca italiana chegou com a opção de três motores, incluindo os propulsores 1.0, 1.3 e 1.8, todos com tecnologia flex e sistema Start/stop. AUTOS E MOTOS testou por 10 dias a configuração de entrada do Argo, denominada Drive com motor 1.0, da nova família Firefly de três cilindros e 77 cavalos a 6.250 giros, e câmbio manual de cinco marchas.

Com preço de R$ 46.800, o Fiat Argo quer ser líder. O hatch da marca italiana enfrenta o campeão de vendas Chevrolet Onix e os rivais Hyundai HB20 e Ford Ka. De todos, apenas o Onix não tem o tão desejado propulsor de três cilindros. No fim deste ano, chega ao mercado o novo Volkswagen Polo para aumentar ainda mais a concorrência no mercado de hatches compactos no país.

IMG_20170906_082323027O Argo é um hatch de visual moderno e, por dentro, traz um bom acabamento e espaço. Entre os itens de série, a Fiat recheia o Argo com equipamentos. Inclui direção elétrica progressiva, mais leve e e boa para manobras em situação urbana, sistema de ar-condicionado e o novo display de alta resolução no quadro de instrumentos. Para o motorista, o banco vem com ajuste de altura. Os cintos de segurança são retráteis de três pontos para todos os ocupantes. No quesito segurança, o Argo traz ISOFIX, travas elétricas e vidros dianteiros com acionamento elétrico. De inovador, todas as versões têm o  sistema Start&Stop, item ofertado em carros vem mais caros.

Aparentemente, o Argo pode lembrar muitos outros modelos já vendidos no Brasil. Sua traseira traz linhas similares ao do HB20, especialmente por conta do par de lanternas bem parecidas. Na lateral, o carro da Fiat tem visual parecido com o do eterno líder Gol. No visual frontal, a Fiat acertou e oferece uma grade com estilo próprio com faróis que poderiam seguir o desenho do corpo ótico da picape Toro, trazendo assim o Argo para uma identidade com um padrão global da marca italiana.

Multimídia com tela de 7 polegadas e compatível ao Android Auto e Apple Car Play
Multimídia com tela de 7 polegadas e compatível ao Android Auto e Apple Car Play

Como todo carro novo, a parte da conectividade via multimídia é um ponto forte. A Fiat oferece uma central com tela de 7 polegadas, com sistema compatível ao Apple CarPlay e ao Android Auto. É possível acessar todos as funções e há ainda sistema de navegação acoplado ao multimídia.

O Argo não é um hatch pequeno nem tampouco um carro do segmento dos médios. É um compacto com quatro metros de comprimento, 2,52 metros de entre-eixos, 1,72 metro de largura e 1,50 metro de altura. Surpreende muita gente com espaço para quem vai  de carona e no banco traseiro. O seu porta-malas é razoável e oferece 300 litros para transportar pequenos objetos e malas de médio e grande portes.

O compactimento de carga tem 300 litros para malas e objetos
O compartimento de carga tem 300 litros para malas e objetos

Seu ponto de destaque está na relação mecânica com o Start/Stop, sistema que desliga e liga o motor em caso de engarrafamentos e paradas nas sinaleiras, garantindo assim um consumo menor de combustível e menos emissões de poluentes no ar. Há ainda a leve direção elétrica e os bons engates das marchas do câmbio manual. A Fiat oferece entradas USB e auxiliar localizadas perto da manopla.

Para brigar no segmento dos hatches de entrada, o Argo 1.0 deveria, sim, ter um preço mais competitivo – na faixa abaixo dos R$ 45 mil – para enfrentar Onix, HB20 e Ka, chegando assim ao tão desejado posto de carro mais vendido do mercado brasileiro.

 

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA