Arrizo 5 fica longe dos chineses modernos

O Brasil passa por um novo momento dos carros chineses. Marcas já existentes no mercado nacional iniciaram um novo movimento para a modernização dos modelos e lançamentos de veículos inéditos, como o Lifan X80, JAC T50 e Caoa Chery Tiggo 5x. A qualidade e a tecnologia nestes novos carros são indiscutíveis, todos os SUV´s possuem visual “ocidentalizado”, amplo pacote de equipamentos e plano de revisão com preço pré-definido.

A LIfan seguiu o caminho do mercado premium com o lançamento do X80, o primeiro SUV chinês com valor acima dos R$ 100 mil. O X80 é um utilitário urbano para fazer frente aos concorrentes mais tradicionais, como o Toyota SW4 e o Chevroket Trailblazer. Já a Caoa Chery tem acelerado com a produção de carros nas fábricas de Jacareí (SP) e Anápolis (Goiás). No entanto, a marca brasileira-chinesa deu uma patinada ao lançar o Arrizo 5, sedã médio-compacto para brigar no segmento do Volkswagen Virtus, Fiat Cronos, Honda City e Toyota Yaris, todos projetos bem mais modernos em relação ao carro da Caoa Chery.

A fabricante Caoa Chery acertou em cheio no portfólio de novos SUVS´s (Tigo 2, Tiggo 5x e Tiggo 8). Porém, incluiu um sedã com “pegada” antiga. Apresentado juntamente com o moderninho Tiggo 5x, o sedã Arrizo 5 ficou perdido no meio dos modelos mais modernos que serão lançados pela própria empresa. O três volumes peca no acabamento em comparação ao “irmão” SUV e dispensa itens como o freio eletrônico. Mas, espera ai: isso custa mais caro, né? Se o posicionamento do preço do Arrizo (leia aqui) estivesse abaixo dos rivais (Virtus, Cronos e Yaris), este argumento até poderia ser correto. O sedã da Caoa Chery vem equipado com motor 1.5 turbo flex, de 150 cavalos de potência, e câmbio CVT. Chega nas versões RX (R$ 65.990) e RXT (R$ 72.990).

O Arrizo 5 tem visual ultrapassado, meio quadradão. Vem com grade central e faróis com duplo refletor e guia de LED. Os retrovisores e maçanetas são na cor do veículo. Nada demais nem nada de menos. Hoje todo carro deve ter um multimídia mais avançado. Ao ser comparado com o do irmão Tiggo 5x, basta manusear para perceber que o sistema está um passo atrás. O carro vem, sim, com sistemas keyless e de partida sem chave, computador de bordo com tela de 3,5 polegadas e multimídia de 7 polegadas com espelhamento de celular Android AUTO e IOS. Mas é bem complicado fazer o espelhamento, já que tentei por três vezes sem sucesso.

O Arrizo 5 segue a cartilha dos carros chineses e vem equipado com o maior número de itens, incluindo controle eletrônico de estabilidade e de tração, airbags, freio a disco nas quatro rodas com ABS e EBD, sistema ISOFIX de fixação de cadeirinha e indicador de baixa pressão nos pneus.

É um sedã família com dimensões intermediárias e no tamanho dos rivais. Tem distância entre-eixos de 2,650 metros, altura de 1,487 metro, largura de 1,814 metro e 4,532 metro de comprimento. O porta malas é de 430 litros.

A Caoa Chery produz o Arrizo 5 em Jacareí e entrega o sedã com direção elétrica, ar-condicionado eletrônico e câmera de ré. O Arrizo 5 já é vendido em duas versões: RX e RXT. Na versão RXT, a topo de linha, o modelo conta ainda rodas em liga de 17″, airbags laterais e dianteiros e aviso do cinto de segurança do passageiro, revestimento dos bancos em couro com porta revistas, banco traseiro com descansa-braço central, porta-copos e teto solar elétrico.

Entre Cronos e Arrizo 5, o sedã Fiat tem mais opções. Na comparação com o Yaris, a tradição Toyota é garantia. Se for colocar lado a lado com o Virtus, ai é covardia, né, Volkswagen?

O Arrizo 5 tem três anos de garantia para o veículo completo e cinco anos para motor e câmbio. É ofertado nas cores branca e preta (sólidas) e prata e marrom (metálicas).

Balanço de vendas em 2018

A Caoa Chery comemora mais um sucesso no primeiro ano de criação da nova marca: em 2018 foram comercializadas no País 8.640 unidades, todas produzidas no Brasil. Este volume representa alta de 131,6% na comparação com o ano passado, antes do anúncio da parceria entre as empresas. A produção também atingiu marca histórica superando as 10 mil unidades.

Com ótimo desempenho desde seu lançamento, em abril do ano passado, o Tiggo 2 pode ser considerado o grande responsável pelo bom resultado das vendas da Caoa Chery. O modelo ficou na 15º posição do ranking dos SUVs mais vendidos do Brasil em dezembro e no 18º lugar na listagem anual, com um total de 5.194 unidades emplacadas.

Com uma estratégia agressiva de mercado, marcada pela grande oferta de modelos nacionais nos mais variados segmentos, a Caoa Chery inicia 2019 com quatro produtos em seu portfólio: QQ, Tiggo 2, Arrizo 5 e Tiggo 5X. Ainda no primeiro bimestre chegará mais um, o Tiggo 7. Todos os modelos são produzidos nas unidades industriais de Jacareí e Anápolis, trazendo em seu DNA a Qualidade, Tecnologia e Design característicos da Caoa Chery

O fortalecimento dos serviços de pós-venda e da rede de concessionárias também são fatores que contribuíram positivamente para o crescimento da Caoa Chery. A marca iniciou 2018 com 25 lojas e fechou o ano com 65, sendo que esse número deve chegar a 100 nos próximos meses. Além disso a Caoa Chery passou a contar, desde outubro, com um novo centro de distribuição em Barueri (SP), tornando mais ágil e eficiente o envio de peças aos clientes.

 

Veja também...

Veja mais
Carregar mais