Barcelona, a casa da Mercedes; Hamilton ganhou

Chegamos a 5º etapa do mundial de Formula 1, no Circuito de Barcelona-Catalunha ou simplesmente Circuito da Catalunha. O mesmo tem capacidade para 140 mil pessoas e localiza-se na cidade catalã de Montmeló.

O circuito tem uma extensão de 4.655 metros, divididos em 16 curvas, 66 voltas, totalizando 307.104 km percorridos. Os maiores vencedores deste circuito são os pilotos, Michael Schumacher com seis vitórias, seguido de Lewis Hamilton com quatro vitórias e Mika Hakkinen com três vitórias. Este autódromo é utilizado por todas as equipes na pré-temporada, como forma de testar seus carros antes do início do Campeonato.
Barcelona é a porta de entrada para as corridas em Circuitos Europeus. Dez Grandes Prêmios,  de um total de 21, são realizados na Europa. Em cinco etapas do mundial de Fórmula 1, a Mercedes mostrando sua competência, colocou seus dois carros na primeira fila do grid de largada, com Bottas em primeiro, tendo direito ao recorde da pista 1:15.406 e Lewis em segundo, seguido de Vettel da Ferrari e Max Verstappen da Red Bull.

A superioridade da Mercedes foi vista em toda a prova, não recebendo qualquer ameaça adversária. A Mercedes é a grande vencedora do GP da Espanha, com Lewis Hamilton em primeiro lugar e, Valtteri Bottas em segundo, e para mostra sua superioridade marcou a quinta dobradinha no ano com sua dupla de pilotos.
Max Verstappen da Red Bull, se comportando cada vez melhor com seu carro equipado com o motor Honda, chegou em terceiro lugar, fechando o pódio do GP da Espanha. Vettel marcou a quanta colocação e Leclerc a quinta.

Sem dúvida o GP de Barcelona foi marcado por uma derrota sem igual para a equipe italiana. A Ferrari não colocou nenhum dos pilotos no pódio, e fica marcada a falta de sintonia em se traçar uma estratégia que traga resultado para a equipe.  A Ferrari chegou a Barcelona com atualizações em todos os carros, mudaram as duas asas, dianteira e traseira, novos defletores, apêndices aerodinâmicos e até mesmo um novo motor.

Isso tudo fez crescer uma grande expectativa de um combate junto à equipe Mercedes, mas não foi isso que vimos, e sim uma Ferrari atrapalhada, indecisa em tomar decisões rápidas, como dar a ordem de troca de posições entre seus dois pilotos. Demorou e errou duas vezes na troca dos pneus de Vettel e Leclerc.

Com isso abre espaço para a equipe Mercedes chegar a mais um mundial. A Mercedes tem 96 pontos de vantagem à frente da Ferrari no mundial de construtores, sendo um número bastante expressivo, considerado uma surra sem igual. O GP da Espanha foi uma corrida sem dúvida tediosa. Na largada Lewis Hamilton parte para tomar a primeira posição do seu companheiro Valtteri Bottas, e na disputa roda a roda, leva vantagem, assumindo o primeiro lugar ate o final da corrida.

Vettel disputa com Bottas a segunda posição, espalha seu carro na primeira curva e acaba perdendo a terceira posição para Max Verstappen, se mantendo em quarto lugar seguido do seu companheiro Leclerc.

Na volta #46 acontece um acidente envolvendo os pilotos Lando Norris-McLaren e Lance Stroll- Racing Point, a Ferrari aproveita para realizar a troca dos pneus de Leclerc, onde optou em colocar pneus médios e não macios, jogando fora a chance de colocar seu jovem piloto no pódio.
A Red Bull vem mostrando um ótimo desenvolvimento e desempenho em seu carro, assim como a Haas, McLaren, Toro Rosso e Racing Point. A Williams continua se arrastando na pista, apesar de promover atualizações para o seu carro, mais não houve nenhuma melhora.
O GP de Barcelona foi um GP monótono, sem disputas acirradas, mostrando que a Mercedes é a equipe a ser batida, e uma Ferrari precisando se acertar.

A 6º etapa do mundial de Formula 1, será o GP de Mônaco, terra do jovem piloto da Ferrari Charles Leclerc, a prova esta marcada para o dia 26 de maio de 2019.

Formula 1 GP do Barcelona resultado final.
1º L Hamilton Mercedes 66 Voltas
2º V Bottas Mercedes
3º M Verstappen Red Bull Honda
4º S Vettel Ferrari
5º C Leclerc Ferrari
6º P Gasly Red Bull
7º K Magnussen Haas Ferrari
8º C Sainz JR McLaren Renault
9º D Kvyat Toro Rosso Honda
10º R Grosjean Haas Ferrari
11º A Albon Toro Rosso Honda
12º D Ricciardo Renault
13º N Hulkenberg Renault
14º K Raikkonen Alfa Romeo Ferrari
15º S Perez Racing Point Mercedes
16º A Giovinazzi Alfa Romeo Ferrari
17º G Russel Williams Mercedes
18º R Kubica Williams Mercedes
19º L Norris McLaren Renault
20º L Stroll Racing Point Mercedes

 

Mundial de pilotos:
Piloto Equipe Pontos
1º Lewis Hamilton Mercedes 112
2º Valtteri Bottas Mercedes 105
3º Max Verstappen Red Bull Honda 66
4º Sebastian Vettel Ferrari 64
5º Charles Leclerc Ferrari 57
6º Pierre Gasly Red Bull 21
7º Kevin Magnussen Haas 14
8º Sergio Pérez Racing Point 13
9º Kimi Raikkonen Alfa Romeo 13
10º Lando Norris McLaren 12
11º Carlos Sainz Jr. McLaren 10
12º Daniel Ricciardo Renault 6
13º Nico Hulkenberg Renault 6
14º Lance Stroll Racing Point 4
15º Alexander Albon Torro Rosso 3
16º Daniil Kvyat Toro Rosso 3
17º Romain Grosjean Haas 1
18º A Giovinazzi Alfa Romeo 0
19º George Russel Williams 0
20º Robert Kubica Williams 0

Mundial de Construtores:
Equipe Pontos
1º Mercedes 217
2º Ferrari 121
3º Red Bull 87
4º McLaren 22
5º Racing Point 17
6º Haas 15
7º Alfa Romeo 13
7º Renault 12
9º Toro Rosso 6
10º Williams 0
Voltas Rápidas:
1º Etapa GP Austrália – Valtteri Bottas 1:25.580
2º Etapa GP Bahrein _ Charles Leclerc 1:33.411
3º Etapa GP China _ Pierre Gasly 1:34.742
4º Etapa GP Azerbaijão _ Charles Leclerc 1:43.009
5º Etapa GP Barcelona _ Lewis Hamilton 1:18.492

Veja também...

Veja mais
Carregar mais