BMW e Mini entram na lista do recall; inclui até o esportivo i8 Roadster

A lista do recall só cresce no Brasil. Desta vez, são os modelos i8 Roadster, 330e M Sport, 745Le M Sport, 530e M Sport, X5 xDrive45e M Sport, X3 xDrive30e, X3 xDrive30e X Line e Mini Cooper S E Countryman ALL 4. Todos apresentam defeito de fabricação e o chamamento envolve veículos fabricados entre 2/3 e 21/9/2020. O Procon de São Paulo orienta os consumidores sobre seus direitos, no que diz respeito a primeira etapa do recall destes veículos.
A BMW do Brasil deverá apresentar os esclarecimentos que se fizerem necessários, conforme determina o Código de Defesa do Consumidor, inclusive com informações claras e precisas sobre os riscos para o consumidor.

No comunicado, de acordo com o órgão de defesa do consumidor, a empresa informa ter verificado a possibilidade de que, em função de eventual contaminação por impurezas decorrentes do processo de produção da bateria de alta voltagem, ocorra um possível curto-circuito quando esta estiver completamente carregada. Nesse caso, não se descarta a possibilidade de incêndio nessa bateria e acidentes fatais ou que resultem em danos físicos e/ou materiais aos ocupantes e terceiros.

A BMW alerta que os proprietários não devem carregar seus veículos na rede elétrica, mas adotar imediatamente algumas orientações, a serem configuradas por meio do display central do veículo, a fim de manter a carga da bateria de alta voltagem em níveis mínimos.
Além disso, ainda segundo o comunicado, para todos os modelos envolvidos nessa campanha, o proprietário não deverá utilizar as funções de trocas de marchas manuais, modo Sport da alavanca de câmbio, nem as aletas de troca de marchas posicionas atrás do volante. A empresa esclarece ainda que fará a segunda etapa do recall assim que estabelecer as melhores medidas para o reparo do referido defeito. Para mais informações disponibiliza o telefone 0800 019 7097, de segunda a sexta-feira das 9h às 18h.

Veja também...

Veja mais
Carregar mais