Cesvi reforça uso do cinto de segurança

O artigo 65º do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) afirma que todos os ocupantes de um carro devem utilizar o cinto de segurança. Diante disso, o CESVI BRASIL/MAPFRE (Centro de Experimentação e Segurança Viária), em comemoração à semana nacional do transito, optou por ressaltar a importância de um item de proteção que pode salvar vidas, mesmo que o seu uso ainda seja negligenciado, principalmente no banco traseiro.

De acordo com o último estudo da ONG Criança Segura, a violência do trânsito é a principal causa de morte acidental de crianças e adolescentes com idades de 1 a 14 anos no país. Em 2015, por exemplo, 1.389 crianças nessa faixa etária morreram vítimas de acidentes de trânsito. Dados como este reforça como é essencial o uso da cadeirinha de fixação adequado à idade e estatura da criança, prevenindo de ferimentos e fatalidades em casos de distração ao volante, freadas bruscas e colisão.

Diante disso, Emerson Feliciano, superintende do CESVI/MAPFRE, listou como minimizar riscos, com uma simples mudança de atitude. “O ideal é transportar as crianças nos assentos infantis adequados para cada idade, instalar da maneira correta as cadeirinhas e evitar que objetos sejam transportados soltos no banco de traz, para que não sejam arremessados na direção da criança na eventualidade de uma colisão ou freada brusca”, afirma.

Cinto de três pontos

O cinto de segurança de três pontos chegou ao mercado com o objetivo de reduzir as possíveis lesões que o condutor e os passageiros podem sofrer em caso de colisão. “Esse item de segurança é essencial para todo veículo, principalmente por reter melhor os ocupantes em sua posição e propicia uma distância maior dos ocupantes das partes rígidas do veículo”, comenta Feliciano.

Esse item de proteção também permite o uso de tecnologias como o pré-tensionador, comum em veículos equipados com airbag, e que tem a função de retrair o cadarço do cinto instantes após o impacto, melhorando o posicionamento do motorista e aumentando a distância em relação ao painel.

Além do cinto, existem itens essenciais que podem aumentar o nível de proteção do veículo como apoio de cabeça, barra de proteção lateral nas portas, controle de estabilidade, airbags frontais e até os freios ABS. “Esses itens são de extrema relevância por mostrar aos motoristas como é importante ficar atento aos equipamentos de segurança que compõem o veículo”, finaliza Feliciano.

Veja também...

Veja mais
Carregar mais