Chevrolet briga pela liderança no segmento SUV´s

A onda de SUV´s urbanos já é uma realidade em todo o mundo. No Brasil, o EcoSport, pioneiro desde 2003, enfrenta os concorrentes até com versão sem o tradicional estepe pendurado na tampa do porta–malas. É bem verdade que o Eco, desenvolvido e produzido na Bahia, virou carro global e hoje é visto pelas estradas da China, Rússia, Índias e dos Estados Unidos. Mas recentemente ganhou um monte de concorrentes e perdeu terreno frente ao Jeep Renegade, Volkswagen T-Cross, Hyundai Creta e Nissan Kicks.

No primeiro semestre deste ano, chegou mais um para incomodar, o Tracker renovado e produzido agora no Brasil. Antes vindo do México, o SUV compacto da Chevrolet está com visual mais moderno, opção de motores turbinados 1.0 (a partir de R$ 70 mil) e 1.2, pacote generoso de equipamentos de conforto e segurança e vem até com wifi a bordo.

A versão Tracker Premier é a mais cara. Beira os R$ 120 mil e tem sistemas de controle de tração e de estabilidade, seis airbags, indicadores de obstáculos instalados nos retrovisores, ar-condicionado digital e um multimídia mylink de última geração. O câmbio pode ser automático de seis velocidades e o motor 1.2 turbo flex tem 133 cavalos.

As revendas Grande Bahia e Colúmbia oferecem test drive. A gerente Renata Rodrigues, da Colúmbia (Avenida Luís Eduardo Magalhães) está entusiasmada com a boa impressão do Tracker frente aos rivais na Bahia.

Veja também...

Veja mais
Carregar mais