Effa reduz preço do compacto M100

O monovolume compacto importado da China, que desembarca por aqui como linha 2010, passa a custar R$ 23.480 em vez dos R$ 24.500 cobrados até o fim do ano passado.

O M100 passa a custar R$ 23.480 em vez dos R$ 24.500 cobrados até o fim do ano passado

A Effa Motors anunciou hoje (27) uma redução de 4,1% no preço do M100. O monovolume compacto importado da China, que desembarca por aqui como linha 2010, passa a custar R$ 23.480 em vez dos R$ 24.500 cobrados até o fim do ano passado. Ainda assim, o carrinho que chegou ao País no fim de 2007 como ‘o mais barato do Brasil’, por iniciais de R$ 22.980, já não supera mais o Fiat Mille Economy, o automóvel mais em conta do mercado nacional, vendido atualmente a partir de R$ 23.160.

Com isso, o principal atrativo do pequenino M100 passa a ser a relação custo/benefício. Pelos R$ 23.480 pedidos pela Effa Motors, o modelo traz um pacote interessante de equipamentos, que inclui ar-condicionado, vidros dianteiros elétricos, faróis de milha e de neblina, travamento remoto das portas no controle, preparação para som e para-choques e retrovisores laterais na cor da carroceria. O motor 1.0 litro é fornecido pela Suzuki e produz 47 cv de potência e 7,4 kgfm de torque máximo.

De acordo com Eduardo Effa, presidente da Effa Motors, a redução no preço final do M100 só foi possível graças ao aumento das vendas do modelo por aqui. Em 2009, foram 350 unidades emplacadas, volume que pode chegar a 1,2 mil carros este ano, segundo estimativa da própria montadora. Produzido pela Changhe, o carrinho chinês mede curtos 3,56 metros de comprimento e leva até 320 litros no porta-malas. A Effa Motors informou também que possui 42 revendas no País, pretende abrir mais 18 lojas até julho e chegar a um total de 90 concessionárias no fim de 2010.

Veja também...

Veja mais
Carregar mais