Exportação de carros tem queda de 17%

A exportação de carros “brasileiros” registrou uma baixa de quase 17% no mês de agosto, segundo balanço anunciado pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea). Por outo lado, os resultados da indústria automobilística em agosto e no acumulado do ano seguem o caminho da expansão, com crescimento da produção, que atingiu 291,4 mil autoveículos em agosto, alta de 11,7% ante as 260,8 mil do mesmo mês do ano passado e de 18,6% sobre as 245,8 mil de julho.

No acumulado de janeiro a agosto de 2018, a Anfavea registrou volume de 1,97 milhão de veículos produzidos, o que significa elevação de 12,8% em relação ao número de 1,75 milhão de unidades do ano passado. O licenciamento, adiantou o balanço da entidade, também apresentou ritmo acelerado, com crescimento de 14,8% ao comparar as 248,6 mil unidades de agosto de 2018 com as 216,5 mil de igual período de 2017. Na análise com as 217,5 mil unidades vendidas em julho, o desempenho subiu 14,3%. No período acumulado do ano 1,63 milhão de unidades foram negociadas, alta de 14,9% frente as 1,42 milhão de unidades de 2017.

As exportações de veículos, no entanto, virou a pedra no sapato da indústria automotiva nacional. O volume de exportações apresentou baixa de 16,6% em agosto deste ano contra o mesmo mês de 2017: 56,1 mil e 67,3 mil unidades respectivamente. Com relação as 51,4 mil unidades de julho, houve acréscimo de 9,2%. Até o momento, 486,5 mil unidades foram exportadas, número 4,6% inferior as 509,8 mil do ano passado.

Veja também...

Veja mais
Carregar mais