Fiat Freemont tem defeito na injeção

Depois de chamar cerca de 200 mil unidades de oito modelos para verificação por defeito de fabricação, a Fiat volta a soltar outro comunicado. Desta vez, o modelo envolvido é o Freemont. Segundo o informe, a FCA (Fiat Chrysler Automóveis Brasil Ltda.) convoca os proprietários do veículo Fiat Freemont, ano/modelo 2014 e 2015, para, a partir de 16 de julho de 2018, agendarem o seu comparecimento em uma das concessionárias da rede Fiat a fim de que seja providenciada, gratuitamente, a atualização do software da central de injeção eletrônica.

Segundo a fabricante, “foi detectado que, na hipótese de o controle de velocidade de cruzeiro (vulgo piloto automático) do veículo estar acionado, uma eventual falha da central de injeção eletrônica não permitirá a sua desabilitação, mantendo, assim, a aceleração do veículo, o que pode comprometer as condições de dirigibilidade e aumentar o risco de colisão, com consequentes danos físicos e materiais ao motorista, aos passageiros e a terceiros”.

O problema, segundo o comunicado, só se manifesta após uma sequência improvável de eventos, mas a aceleração pode ser anulada pelo uso dos freios do veículo, ou colocando o câmbio em ponto morto (alavanca na posição N). A FCA não tem conhecimento de qualquer acidente relativo a essa falha com os veículos envolvidos e recomenda aos proprietários evitar o uso do controle de velocidade de cruzeiro até a atualização do software.

No total, há 8.220 veículos envolvidos, com os finais de números de chassis (não sequenciais) de 100154 a 680020. O tempo estimado de reparo é de, aproximadamente, 30 (trinta) minutos. Solicitamos que agende sua visita previamente na concessionária da rede Fiat de sua preferência. Maiores informações no www.fiat.com.br ou pela Central de Serviços ao Cliente Fiat (0800 707 1000).

 

 

Veja também...

Veja mais
Carregar mais