Fireblade está mais leve e bem potente

A japonesa Honda tem motos para todos os segmentos e gostos. Na semana passada, apresentou a nova Fireblade. Com visual renovado e pegada ainda mais esportiva, a CBR 1000RR Fireblade é de tirar o fôlego. A nova geração da Fireblade ganha versão especial SP limitada em apenas 25 unidades.

O modelo está mais leve – são 15 kg a menos – e mais potente – com 11 cavalos a mais no seu motor de 4 tempos e sistema de arrefecimento a líquido projetado para gerar 192 cavalos de potência a 13.000 rpm.

Se é para acelerar, a Fireblade é uma máquina de performance. Despeja rapidamente seus 11,82 kgf.m de torque a 11.000 rpm (gasolina) e seus 192 cv faz parte do aumento de 14% da relação peso/potência. Assim, a Honda conseguiu chegar bem perto a 1:1.

A Fireblade 2018 é uma moto totalmente nova. Desembarca no Brasil nas configurações CBR 1000RR Fireblade e CBR 1000RR Fireblade SP. Há diferenças e qualidades entre as duas: sua estrutura ciclística e mecânica são similares. A inspiração das pistas ganha destaque neste projeto da Honda. Passados 25 anos desde o lançamento da CBR 900RR, percursora de toda essa linha de sucesso, sua essência jovem permanece a mesma. Externamente, a nova CBR 1000RR Fireblade traz linhas que remetem aos modelos de competição da Honda Racing Corporation (HRC). Em toda a concepção do projeto, três premissas foram fundamentais: menor peso, mais potência e controle total.

A esportiva de mil cilindradas da Honda chega ao mercado com um conjunto mecânico auxiliado pelo câmbio de seis velocidades, transmissão por corrente e sistema de injeção eletrônica PGM-DSFI, já dentro dos padrões da segunda fase do PROMOT 4 (Programa de Controle da Poluição do Ar por Motociclos e Veículos Similares). Importada do Japão, a nova CBR1000RR Fireblade conta com 3 anos de garantia e o exclusivo “Honda Assistance 24h”, com assistência durante todo o período de vigência da garantia em todo território brasileiro, incluindo Argentina, Chile, Uruguai e Paraguai.

Entre as melhorias e mudanças, a Honda caprichou e usa agora um novo quadro em alumínio tipo Diamond de dupla trave remodelado para garantir mais eficiência na pilotagem. Tem ainda menor espessura do braço oscilante Pro-Link e no novo subquadro. Com 300 g e 800 g a menos, respectivamente, as duas estruturas mantêm os mesmos índices de rigidez.

 

A Fireblade está com suspensão dianteira com garfo telescópico da Showa BPF (Big Piston Forks) do tipo invertido de 43 mm de diâmetro, com possibilidade de ajustes na pré-carga da mola e curso de 120 mm. Os freios têm sistema ABS e possuem disco duplo na frente e simples atrás, com pinças totalmente novas e tecnologia das marcas Brembo (modelo SP) e Tokico (Standard). Na dianteira, as pinças estão fixadas de forma radial. Um amortecedor de direção eletrônico Honda (HESD) reforça ainda mais a estabilidade e suavidade.

A Fireblade sai por R$ 69.900, disponível na cor vermelha e R$ 79.900 na versão CBR 1000RR Fireblade SP inspirada nas cores de competição HRC (branco, azul e  vermelha).

 

 

 

Veja também...

Veja mais
Carregar mais