Ford Mustang, uma experiência única na Bahia

O Mustang é um ícone em todo mundo. Referência de carros esportivos nos Estados Unidos, o modelo da Ford desembarcou com força total no Brasil. O Mustang GT Premium é o exemplo de um esportivo cultuado e desejado: sob o capô o potente motor V8 5.0 com seus 466 cavalos e torque máximo de 56,7 kgfm, auxiliado pelo novíssimo câmbio automático de 10 velocidades, com opção de trocas por aletas atrás do volante.

No Brasil, a pedra no sapato do Mustang é o também icônico Chevrolet Camaro SS com seu motorzão V8 6.2, de 461 cavalos e torque de 62,9 kgfm, acoplado ao câmbio automático de oito velocidades. Mas a rivalidade dos esportivos não é só por aqui. Nos Estados Unidos e nos demais mercados pelo mundo afora, a briga é sempre entre o Mustang e o Camaro – que é vendido nas versões cupê e conversível no mercado brasileiro.

Com preço sugerido de R$ 299.900, o Mustang traz um amplo pacote de performance, conectividade e tecnologia embarcada com sistemas de condução semiautônoma. Não é apenas um esportivo parrudo e nervosinho. A Ford reforçou o acabamento interno e oferece um painel digital de 12 polegadas. Em um mundo conectado, é bom saber que é possível acelerar o Mustang GT Premium e poder usar seus app´s espelhados via smartphone para o multimídia totalmente configurável. A central Sync3 tem oito polegadas e permite selecionar várias telas e inclui ainda 27 opções de cores. Tudo isso por comandos de voz em português. O Sync3 tem também navegação e acesso ao Apple CarPlay e Android Auto, com conexão Bluetooth.

Mustang, o forte da estrada

Mas, o Mustang é também um carro bruto. Quem deseja o esportivo da Ford quer mostrar sua potência e sua força. O Mustang é domado para as situações urbanas e é extremamente forte para quem deseja performance. A versão GT Premium é uma mais mais rápidas da linhagem Mustang. Segundo dados do fabricante, o carro acelera de 0 a 100 km/h em 4,3 segundos e atinge a velocidade máxima de 250 km/h, limitada eletronicamente.

A Ford garante os números do Mustang. O esportivo pesa 1.783 kg e tem um tanque de combustível que comporta 60,5 litros. Seu motor V8 é dianteiro e longitudinal, com 8 cilindros em “V”, 32 válvulas, comando duplo variável e injeção direta e indireta de gasolina. Sua direção é elétrica e deixa o Mustang mais nas mãos do motorista. O carro tem suspensão adaptativa MagneRide, com amortecedores com fluido viscoso eletromagnético e sensores que monitoram as condições da pista. Há ainda seis modos de direção para o motorista ajustar rapidamente o nível de esforço da direção, a resposta de aceleração e as configurações da transmissão e do controle eletrônico de estabilidade para cada condição: Normal, Esportivo, Esportivo+, Pista, Drag e Neve/Molhado, além da seleção personalizada MyMode.

AUTOS&MOTOS fez um passeio de Salvador até a praia do Forte para testar a capacidade do motor e toda a tecnologia de sistemas de condução semiautônoma do Mustang. O carro realmente “gruda” literalmente na pista e usa seus sensores de leitura das faixas na pista para informar algum tipo de descuido por parte do motorista. Tem suspensão McPherson (dianteira) e Multilink (traseira), freios a discos ventilados na frente e atrás e pneus 255/40 R19 (dianteiro) e 275/40 R19 (traseiro).

Em rodovia com faixas de sinalização na pista, a direção do Mustang “trepida” e os sistemas de condução semiautônoma são acionados, fazendo as leves correções para o carro continuar na trajetória correta, avisando antes ao motorista e evitando assim algum descuido. Isso tudo ocorre graças ao uso de avançadas tecnologias semiautônomas, como o do piloto automático adaptativo, alerta de colisão com assistente autônomo de frenagem e detecção de pedestres, assistente de frenagem de emergência e sistema de permanência em faixa com detecção de fadiga.

O Mustang é um carro para duas pessoas. Há banco traseiro para mais dois caronas, porém o espaço é mais acanhado e o conforto deve ser dispensado para os dois adultos. Por ser um esportivo, é praticamente impossível enxergar o bico do capô do carro. É bom sempre ajustar bem os retrovisores, já que a visibilidade não é um ponto forte no esportivo. O carro da Ford reserva emoções fortes e oferece também um som potente, com sistema Shaker Pro Premium Sound de 390 W de potência e 12 alto-falantes, incluindo subwoofer de 8 polegadas.

Experiência única

O motorista tem à disposição a chave presencial no Ford Mustang. Com a chave no bolso, basta apenas se aproximar da maçaneta para destravar a porta do esportivo. Ao abrir a porta, o cavalinho é projetado no chão, um detalhe que surpreende qualquer um, especialmente à noite.

A experiência de guiar um Ford Mustang é única. Não é só pela força da marca Mustang; é sim pelo pacote de performance ofertado pela Ford no esportivo. Guiar um Mustang nas ruas de Salvador é especial. É acordar no sábado e ter a certeza que o fim de semana será dos mais animados. Convidei o blogueiro Alan Fontes, do perfil @daquidesalvador no Instagram, para filmar e fotografar as minhas aceleradas de Ford Mustang pelas ruas de Salvador. Marcamos 6h30 da manhã e, conforme combinado, cheguei pontualmente para as gravações.

Sempre é bom perceber as reações de quem vai entrar no Ford Mustang. No banco do carona, Alan lembrou de suas experiências ao alugar um Mustang em Miami, nos Estados Unidos. “Fiquei superfeliz. Na saída do hotel, sempre acelerava forte e fui até repreendido por um funcionário. Mas amigo estou de Mustang”, lembrou Alan.

Nas minhas andanças de Mustang por Salvador, teve até gente pedindo autorização para fotografar o carro. Ao longo dos meus 15 anos de cobertura de lançamentos e de avaliações de carros, o esportivo da Ford realmente está entre os principais veículos testados. O Mustang vale sim cada real investido. Para quem deseja um esportivo ao estilo USA, o carro da Ford é, digamos assim, o suprassumo dos esportivos. No entanto, o Chevrolet Camaro tem também seu espaço, viu!

 

 

 

 

 

 

 

Veja também...

Veja mais
Carregar mais