Ford volta a produzir carros no complexo automotivo de Camaçari

A Ford vai retomar a produção na fábrica de Camaçari na segunda-feira, dia 22 de junho, e na fábrica de Taubaté em 1º de julho. A fabricante tem priorizado a saúde e a segurança de seus empregados, concessionárias, clientes, parceiros e comunidades durante a crise do coronavírus. A Ford adota um processo global para determinar o momento certo de retomada da produção, com a avaliação constante das condições de saúde pública e das ações e recomendações do governo, assim como da disponibilidade dos fornecedores.

“Temos monitorado de perto o estado da pandemia no Brasil nas últimas semanas, já que a saúde e a segurança dos nossos empregados são prioridades máximas em todas as decisões”, diz Lyle Watters, presidente da Ford América do Sul e Grupo de Mercados Internacionais. “Nós trabalhamos intensamente para redesenhar nossos processos, protocolos de trabalho e instalações para garantir que quando voltarmos ao trabalho haja um ambiente saudável e seguro para todos.”

A aceleração da produção será feita gradualmente, conforme os trabalhadores se ajustarem aos novos protocolos de saúde e segurança e toda a cadeia de fornecedores ganhe velocidade. Nessa fase, a fábrica de Camaçari vai operar em um turno a partir de 22 de junho, e a fábrica de Taubaté vai retornar com um turno a partir de 1º de julho. No entanto, todos os funcionários que podem fazer seu trabalho remotamente continuarão a atuar dessa forma.

Para orientar os empregados sobre os novos protocolos de saúde e segurança, a Ford criou um Guia de Retorno ao Trabalho na Manufatura, com normas e recomendações abrangentes para informar e proteger sua força de trabalho. Esse guia foi elaborado com base nas melhores práticas e sugestões de especialistas de todo o mundo. Os seus protocolos de segurança incluem:

  • Autocertificação diária de saúde, feita por todos os empregados e visitantes antes de sair para o trabalho. Aqueles que apresentarem qualquer sintoma, ou foram expostos ao vírus, serão instruídos a não ir às instalações da Ford.
  • Verificação de temperatura sem toque na chegada – pessoas com temperatura elevada não poderão entrar e precisarão estar isentas de sintomas antes de retornar ao trabalho.
  • Máscaras faciais serão obrigatórias para todos que entrarem nas instalações da Ford. Cada empregado receberá um kit incluindo máscaras faciais e outros itens de proteção para poder trabalhar com saúde e conforto.
  • Nas tarefas que não permitirem o distanciamento social, é obrigatório o uso de óculos de segurança com proteção lateral ou facial.
  • O intervalo de tempo entre os turnos de produção será ampliado para limitar a interação entre os funcionários e permitir limpeza adicional.

Veja também...

Veja mais
Carregar mais