GP da França; prova “chata” com a vitória de Hamilton

Por Pedro Marchesini

O Circuito de Paul Ricard, também chamado Circuito de Castellet, é um autódromo construído com a ajuda financeira do magnata Paul Ricard, em 1969. Por catorze vezes sediou o Grande Prêmio da França de  Fórmula 1 entre 1971 e 1990 . Exceções ocorreram, em  1972, ano  que foi realizado em  Clermont-Ferrand  e, em  1977 ,1979 , 1981  e  1984 , quando aconteceu em Dijon-Prenois .

Foi em Paul Ricard no campeonato de  1985  que a equipe Brabham obteve a última vitória na Fórmula 1. A Brabham foi a equipe que o brasileiro Nelson Piquet ganhou seu primeiro mundial de Fórmula 1 com um carro turbo. O Circuito de Paul Ricard voltou a sediar o Grande Prêmio da França no ano passado. O maior vencedor deste circuito é o francês Alain Prost (1983, 1988, 1989 e 1990). O GP da França foi a 8º etapa do mundial de Fórmula 1, onde o circuito de Paul Ricard possui 5.842 metros com 53 voltas no total.

Fica claro que a Mercedes dá as cartas neste campeonato de 2019 da Fórmula 1. Nos treinos livres 1, 2 e 3, como no oficial, a equipe alemã mostrou sua superioridade. No primeiro treino livre deu Hamilton e Bottas. No segundo Bottas e Hamilton e no terceiro Bottas e Hamilton. No treino oficial para a formação do grid de largada Lewis Hamilton marcou a pole de número 86 com o tempo de 1:28.319 e seu companheiro de equipe V. Bottas fechou a primeira fila do grid. Charles Leclerc-Ferrari, ficou com a terceira posição, seguido por Max Verstappen- Red Bull.

Charles Leclerc mostrou na corrida uma atuação segura, largando em terceiro, assegurando sua posição até o final, mesmo sendo atacado por Max Verstappen- Red Bull nas primeiras voltas. Max Verstappen reclamou de um comportamento estranho no motor do seu carro, mas fechou a corrida em quarto lugar.

Na terceira fila aparece a equipe McLaren, que recebeu um motor com novas atualizações e assim colocou seus dois pilotos, L Norris e C Saniz em 5º e 6º lugares. C Sainz fez uma ótima corrida, mostrando uma McLaren que vem se acertando e terminou a corrida em sexto lugar. Seu companheiro L Norris fechou o TOP 10, terminando a corrida na 9º colocação. Ocupando a 4º fila aparece S Vettel-Ferrari na sétima posição, seguido de D Ricciardo-Renault na oitava. S Vettel termina a corrida em quinto lugar, marcando seus 10 pontos e faturando o ponto da volta mais rápida da corrida, marcou 1:32.740
D Ricciardo cruzou a linha de chegada com sua Renault em sétimo lugar, mas teve uma punição dupla de 5 segundos somando um total de 10 segundos, por ter ultrapassado L Norris-McLaren e Raikkonen-Alfa Romeo por fora da linha de traçado oficial.

Com essa punição D Ricciardo passa para a décima primeira colocação no grid de chegada. Com a punição de D Ricciardo, os pilotos K Raikkonen-Alfa Romeo ficou com a sétima posição, seguido de Hulkenberg em oitavo, e fechando o TOP 10 do grid Lando Norris-McLaren na nona posição e Pierre Gasly-Red Bull em décimo. Uma corrida para ficar na história da Fórmula 1 como monótona e sem graça.
Hamilton mostra uma superioridade sem igual. Liderou o GP da França de ponta a ponta, cruzou a linha para receber a bandeirada de campeão com mais de 18 segundos de vantagem para seu companheiro V
Bottas.

Lewis não foi a nenhum momento ameaçado por seu companheiro de equipe V Bottas, que tem um equipamento igual ao dele, mas teve uma atuação simplória na corrida. A equipe Mercedes vem dominando a atual Fórmula 1 com seus carros híbridos deste 2014. A cada ano o time alemão mostra-se, mas eficiente e mais profissionalismo em toda sua equipe. Dificilmente a equipe Ferrari ou a Red Bull virará esse jogo neste campeonato de 2019. O próximo GP será no Circuito Red Bull Ring na Áustria, no dia 30 de junho.

Formula 1 GP da França, Paul Ricard resultado final.
1º L Hamilton Mercedes 53 voltas
2º V Bottas Mercedes
3º C Leclerc Ferrari
5º M Verstappen Red Bull Honda
5º S Vettel Ferrari
6º C Sainz JR McLaren Renault
7º K Raikkonen Alfa Romeo Ferrari
8º N Hulkenberg Renault
9º L Norris McLaren Renault
10º P Gasly Red Bull
11º D Ricciardo Renault + 10 seg.
12º S Perez Racing Pont Mercedes
13º L Stroll Racing Pont Mercedes
14º D Kvyat Toro Rosso Honda
15º A Albon Toro Rosso Honda
16º A Giovinazzi Alfa Romeo Ferrari
17º K Magnussen Haas Ferrari
18º R Kubica Williams Mercedes
19º G Russel Williams Mercedes
20º R Grosjean Haas Ferrari NC

Mundial de pilotos:
Piloto
1 – Lewis Hamilton 187 pontos
2 – Valtteri Bottas 150 pontos
3 – Sebastian Vettel 111 pontos
4 – Max Verstappen 100 pontos
5 – Charles Leclerc 87 pontos
6 – Pierre Gasly 37 pontos
7 – Carlos Sainz 26 pontos
8 – Kimi Räikkönen 19 pontos
9 – Daniel Ricciardo 16 pontos
10 – Nico Hulkenberg 16 pontos
11 – Kevin Magnussen 14 pontos
12 – Lando Norris 14 pontos
13 – Sergio Perez 13 pontos
14 – Daniil Kvyat 10 pontos
15 – Alexander Albon 7 pontos
16 – Lance Stroll 6 pontos
17 – Romain Grosjean 2 pontos
18 – Antonio Giovinazzi 0 ponto
19 – George Russell 0 ponto
20 – Robert Kubica 0 ponto

Mundial de Construtores:
Equipe Pontos
1º Mercedes 337
2º Ferrari 198
3º Red Bull 137
4º McLaren 40
5º Renault 326º Racing Point 19
7º Alfa Romeo 19
6º Torro Rosso 17
9º Haas 16
10º Williams 0

Voltas Rápidas:
1º Etapa GP Austrália – Valtteri Bottas 1:25.580
2º Etapa GP Bahrein _ Charles Leclerc 1:33.411
3º Etapa GP China _ Pierre Gasly 1:34.742
4º Etapa GP Azerbaijão _ Charles Leclerc 1:43.009
5º Etapa GP Barcelona _ Lewis Hamilton 1:18.492
6º Etapa GP Mônaco – Pierre Gasly 1:14.279

 

Veja também...

Veja mais
Carregar mais