COMPARTILHAR

Por Roberto Nunes, em São Paulo

Sem revenda na Bahia, as marcas americanas Harley Davidson e Indian estão com ações fortes para conquistar mercado no Brasil. Depois de perder a “casa” em Salvador, a HD está em processo de negociações avançadas para indicar um novo revendedor para o baiano. Antonio Canteiro, diretor-geral da Harley-Davidson no Brasil, garantiu ao Autos e Motos que a marca deve anunciar, em breve, o novo concessionário das cultuadas motos HD na Bahia.

No ano dos seus 115 anos, a Harley-Davidson faz festa. No seu estande do Salão Duas Rodas 2017 – que prossegue até domingo no São Paulo Expo (Rodovia dos Imigrantes), estão sendo apresentadas 11 estreias. A principal estrela é a família de motos Softail. Mas, a cultuada Fat Bob, com visual mais moderno e cheia de cromados, chega para redefinir a identidade da HD no mundo.

A Fat Bob chega com design mais moderno com farol de LEDs e duas saídas de escape maiores. O motor V2 é o M-E 107, de 1.745 cm3, ou o M-E 114, de 1.868 cm3. Tem torque forte com seus 14,8 mkgf já disponível aos 3 mil giros.

IMG_20171113_203945571

 

Já a grande rival Indian deixa de produzir momentaneamente no Brasil e traz suas motos como a Scout Bobber, Chief e Chieftain Dark Horse para o mercado brasileiro. A Chieftain já vendida no País vem equipada com motor V2 de 1.811 cm³. A Chief Classic usa o mesmo motor. A Scout vem com propulsor de 1.131 cm³ com 101 cavalos e torque de 10 mkgf a 5.900 rpm.

O jornalista viajou a convite da Abraciclo

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA