HB20 rebaixado no teste de colisão do Latin NCAP

A segurança está em alta no Brasil. Os veículos produzidos por aqui ganham a partir de 2021 itens como controle de tração e de estabilidade. São itens hoje já ofertados por muitas fabricantes de veículos. O Programa de Avaliação de Veículos Novos para a América Latina e o Caribe, Latin NCAP, realizou o teste de auditoria na substituição de um dos modelos mais vendidos no Brasil: o Novo Hyundai HB20.
O resultado do teste de auditoria mostra que o modelo ofereceu menor proteção no tórax do ocupante adulto do que no teste original, ultrapassando por pouco os limites biomecânicos máximos permitidos para o corpo no teste de impacto lateral. Em 2019, o Latin NCAP avaliou o Novo Hyundai HB20, fabricado no Brasil, onde obteve quatro estrelas para a proteção do ocupante adulto e três estrelas para a proteção do ocupante infantil.

De acordo com os requisitos dos protocolos de avaliação, o Latin NCAP tem o direito de auditar qualquer teste patrocinado a qualquer momento. O Latin NCAP decidiu realizar o teste de auditoria do HB20 e o tórax do adulto apresentou níveis de proteção mais baixos no impacto lateral do que o mesmo modelo testado em setembro de 2019. Durante o impacto lateral, o tórax do dummy adulto ofereceu proteção ruim (cor vermelha), apresentando valores que excedem o limite biomecânico permitido pelo Latin NCAP.

De acordo com o protocolo do Latin NCAP 2016-2019, sob o qual o veículo foi avaliado, uma área crítica do corpo com cor vermelha limita o resultado a, no máximo, uma estrela. A classificação do Novo Hyundai HB20 é de uma estrela para ocupantes adultos e três estrelas para ocupantes infantis.

Veja também...

Veja mais
Carregar mais