Honda apresenta a inédita CB 1000R

2018 CB1000R

Detentora de quase 80% do mercado de motos no Brasil, a Honda sempre tem suas novidades. Os amantes da velocidade ganham a inédita CB 1000R, que entrou em período de pré-venda no país.

A Honda anuncia a CB 1000R com conceito Neo Sports Café, valorizando as linhas de estilo retrô com grandes toques de esportividade. O modelo desembarca com preço público sugerido de R$ 58.690.

A nova representante naked CB 1000R começa a ser estacionada na garagem dos brasileiros em abril. A Honda nunca teve receio de aplicar sua vasta tecnologia e criatividade para propor motocicletas com personalidade inédita, que se destaquem na paisagem e ofereçam a seus usuários sensações únicas, tanto do ponto de vista estético como em termos de funcionalidade técnica.

A CB 1000R traz um motor de elevada performance – nas três primeiras marchas, até os 130 km/h, a CB 1000R é mais rápida que a CBR 1000RR Fireblade. O comando do acelerador do tipo TBW (Throttle By Wire) oferece ao piloto um controle exato da potência. Os quatro Riding Mode possibilitam alterar o nível de potência, do freio-motor e da intervenção do controle de tração. Três dos modos de direção são pré-ajustados: em RAIN a potência fica no nível mais baixo, o freio-motor em nível intermediário e o controle de tração em nível elevado. No modoSTANDARD a potência, o controle de tração e o freio-motor são parametrados no nível intermediário. No modo SPORT a potência é ajustada em nível pleno, e tanto controle de tração como de freio-motor estão no nível menos intrusivo. O quarto e último modo é o USER, que permite desligar o controle de torque ou determinar o nível de cada um dos parâmetros de acordo ao gosto do piloto.

A Honda oferece a CB 1000R com peso seco de apenas 199 kg e potência de 141,4 cavalos. A superesportiva tem elementos como luzes de iluminação em Full LED e o suporte de placa, fixado à balança da suspensão monobraço traseira, permitiram evidenciar a curta rabeta de alumínio que incorpora a lanterna traseira em LED e alças para o garupa. A iluminação da CB 1000R é Full LED com “assinatura” da DRL (Daytime Running Light) na traseira e dianteira. 

A moto da fabricante japonesa possui ainda painel de instrumentos totalmente digital, com velocímetro e conta giros, indicador de marchas, nível de combustível, relógio, temperatura externa e do arrefecimento do motor, computador de bordo, consumo médio e instantâneo, indicadores de nível de potência, freio motor e controle de tração, além de luzes indicativas de direção, ABS, luz alta, aquecimento do liquido de arrefecimento, corte do controle de tração, óleo do motor, injeção e o HISS (Honda Ignition Security System), sistema de proteção eletrônica que garante o acionamento do motor apenas pela chave original.

O chassi da CB 1000R tem trave única superior com perfil quadrado, e medidas do chassi determinam a inclinação da coluna de direção a 25º e do trail, de 100 mm. A distância entre eixos é de apenas 1.452 mm e a distribuição de peso é de 49/51% (frente/trás). A posição de pilotagem resultante do triângulo formado por guidão, assento e pedaleiras é confortável e natural. A altura do guidão em relação ao nível do assento favorece um posicionamento ereto, com adequado encaixe dos joelhos no tanque. A suspensão dianteira, ajustável, é uma Showa SFF-BP (Separate Function front Fork – Big Piston), cuja principal característica é abrigar todas as funções de amortecimento de um lado e reservar o outro lado para molas. Trata-se de uma arquitetura que garante, ao mesmo tempo, resposta uniforme, conforto e controle em todas as condições de condução. Na traseira a balança monobraço está ligada a um conjunto mola-amortecedor Showa, totalmente regulável.

O sistema de freios é composto de discos flutuantes de 310 mm na dianteira com cálipers radiais de quatro pistões. Na traseira, o cáliper de dois pistões age no disco único de 256 mm. A roda traseira côncava calça pneu de 190/55 ZR17, na frente o pneu tem 120/70 ZR17. O motor DOHC de 998 cm3 de quatro cilindros em linha e cabeçote de 16 válvulas tem potência máxima de 141,4 cv a 10.500 rpm. Seu ajuste visou oferecer um consistente torque em regimes médios, entre 6 e 8 mil rpm, onde praticamente a totalidade dos 10,2 kgf.m já está à disposição.

2018 CB1000R

O sistema de alimentação PGM-FI se vale de quatro corpos de borboleta de 44mm de diâmetro que “respiram” em uma caixa do filtro de ar cujos dutos favorecem o fluxo de modo a maximizar a aspiração do motor. O sistema de escape 4×2 conta com quatro catalizadores e sonoridade digna de umastreetfighter puro-sangue assim que são superados os 5.500 rpm. O câmbio de seis marchas conta com uma embreagem deslizante de comando hidráulico, equipamento que auxilia nas reduções de marcha mais radicais em pilotagem esportiva, limitando eventuais perdas de aderência do pneu traseiro que poderiam causar instabilidade.

A Honda CB 1000R vem nas cores vermelho metálico e preto perolizado. A garantia é de três anos sem limite de quilometragem.

 

 

Veja também...

Veja mais
Carregar mais