Honda Civic Si transpira esportividade

Fotos: Caio Mattos/Honda

A 10ª geração do esportivo Civic Si evoluiu. E a evolução está logo no visual e, especialmente, sob o capô com o apimentado motor 1,.5 turbinado de 208 cavalos, auxiliado pelo câmbio manual de seis marchas. Produzido em Ontário (Canadá), o Civic Si “transpira” esportividade. Sua traseira, digamos assim, é mais bonita que o carro inteiro, com um aerofólio radical na parte alta da tampa do porta-malas e escapamento com saída dupla na parte baixa dos para-choques.

Por Roberto Nunes, Guarajuba (litoral baiano)

O novíssimo Civic Si largou o tradicional motor aspirado e, agora, vem equipado com um propulsor  1.5 turbo, o mesmo do Civic Touring vendido no mercado brasileiro. Com isso, o sedã-cupê de duas portas deixa a timidez para saltar dos antigos 173 cavalos para os bons e atuais 208 cv a 5.700 giros. Tem mais força também com seus 26,5 kgfm 94 quilos a mais) na faixa dos 2.100 a 5 mil giros.

Com valor sugerido de R$ 159.900, o novo Honda Civic Si não é apenas um esportivo com motor mais nervosinho. O carro impressiona pelo visual mais agressivo, principalmente pela bela traseira com aerofólio, para-choques alargados, lanternas modernas e escapamento com saída dupla.

A Honda oferece um Civic Si com melhorias no visual como também na mecânica. Na prática, a engenharia não perdeu tempo para garantir exclusividade e belas doses de adrenalina para quem está sentado em frente ao volante. A direção é elétrica e o volante tem comandos dos sistemas ofertados no veículo. Esta geração é um salto de qualidade tanto na eficiência mecânica quanto na oferta de um pacote mais extenso de segurança e conectividade.

A segurança do motorista e demais passageiros (vamos aqui combinar mais um adulto no carona e dois de baixa estatura no banco traseiro) está no carro, sim. A Honda tirou peso e deixou o Civic Si mais leve (8% a menos de peso). Esta geração tem suspensão mais ajustada com sistema McPherson na dianteira e multibraços na traseira. Assim, o carro fica mais ajustado na pista e garante o bom funcionamento dos amortecedores adaptativos. Há ainda molas mais firmes e um conjunto de barras estabilizadoras com melhor rigidez. Há alguns componentes oriundos do Type-R, como as buchas e braços ultra-rígidos. A Honda instalou no Civic Si rodas de liga leve de 18 polegadas, pneus 235/40 e destacou as grandes tomadas de ar na parte dianteira.

Na parte interna, há detalhes para evidenciar a esportividade, como as costuras vermelhas nos bancos, forração das portas, volante e na manopla do câmbio. O motorista tem um painel de instrumentos com mostradores de iluminação vermelha. Há detalhes que lembram carbono e seu multimídia está bem conectado ao mundo do smartphone. A central multimídia possui uma tela de sete polegadas sensível ao toque com Apple CarPlay e Android Auto. Há sistema de áudio de 450 watts, câmera de ré e sistema Lane Watch, uma câmera localizada no retrovisor direito que é acionado no momento que você sinaliza que vai para o lado direito, mostrando por meio de imagens no retrovisor o que se passa na pista.

O carro tem ainda ar-condicionado digital de duas zonas, teto solar, freio de estacionamento eletrônico, além de sistemas de controle de tração e de estabilidade, hill start assist, seis airbags e cinto de segurança de 3 pontos para todos os ocupantes.

No test drive entre Salvador e a praia de Guarajuba (litoral baiano), AUTOS E MOTOS ajustou o modo de condução do Civic Si, que oferece a maneira normal ou uma pegada Sport, mudando assim o comportamento e as respostas do acelerador e dos amortecedores. O CIvic Si é um carro, literalmente, no chão, na pista, na rodovia. Oferece total segurança nas ultrapassagens e gruda na pista nas curvas. As melhorias mecânicas no Civic Si mostram que a Honda acertou no pacote aerodinâmico.

O novo Civic Si é ofertado nas cores branco Orchid Pearl, preto Crystal Black Pearl, azul metálico Brilliant Sporty e vermelho Rallye. O modelo tem três anos de garantia.

 

 

 

Veja também...

Veja mais
Carregar mais