Manobristas fazem o que querem

Se em São Paulo os preços dos estacionamentos já beiram os R$ 30, os estabelecimentos da capital baiana começaram a elevar o valor da taxa do serviço. Por aqui, é raro encontrar estacionamento privativo para os clientes.

Escrevi a coluna AutoBrasil por 14 meses no site Icarros entre 2009 e 2010. Abordei o serviço de manobristas em uma das semanas no espaço que discutia assuntos ligados ao mundo automotivo. Recentemente, voltei ao artigo e percebo que nada mudou na oferta do serviço de manobristas de bares, restaurantes e casas de espetáculos. Ou melhor, até piorou: o preço aumentou e os rapazes que dirigem os carros dos clientes mais parecem que são os donos dos veículos. São poucos que rodam com cautela. Na maioria das vezes, dão uma “esticadinha” e, por vezes, mexem aonde não devem. Por fim, estacionam os carros em locais inapropriados – calçadas e nas ruas próximas aos estabelecimentos.

Se em São Paulo os preços dos estacionamentos já beiram os R$ 30, os estabelecimentos da capital baiana começaram a elevar o valor da taxa do serviço. Por aqui, é raro encontrar restaurantes ou bares com estacionamento privativo para os clientes. No entanto, o serviço de manobristas é oferecido e, na maioria das vezes, seu carro vai ser mesmo estacionamento em uma rua próxima ou na calçada mais perto do local. Ai, a pergunta imediata: você vai pagar para o carro ficar estacionado na rua?

 

carros-estacionados-ao-lado-da-rua-20999105

 

 

Confira abaixo e veja que a situação ainda é complicado para quem usa o serviço de manobristas.

O serviço de manobristas em bares, restaurantes e casas de show já está bem solidificado em cidades como São Paulo, Rio de Janeiro e Salvador. Basta chegar e parar o carro na porta do estabelecimento e um homem ou uma mulher prontamente abre a porta para o motorista e demais passageiros do veículo.

Não sou tão fã do serviço de alguns manobristas, especialmente aqueles que mudam a configuração do banco e do volante do carro, por exemplo. Geralmente, a gente dedica um bom tempo até encontrar a posição ideal do banco e dos retrovisores, a fim de melhorar a visibilidade do veículo, não é? Em um instante, o manobrista vai lá e tira o que você ficou alguns minutos para ajustar.

No fim do ano passado, fui com a família a um restaurante e, ao retornar ao veículo, deparei-me com tal situação. Fiquei chateado e chamei logo o manobrista que tinha acabado de devolver o veículo. E não é que ele afirmou que ninguém alterou nada e que o carro estava igualzinho como eu tinha deixado?

Além disso, você sabe onde é que realmente seu carro fica estacionado? Nem sempre, não é? As empresas de manobristas devem ter área reservada e o restaurante precisa, também, se responsabilizar pelo estacionamento do veículo.

O Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor) defende as regras claras para o consumidor que usa o serviço de manobristas de estabelecimentos comercais. É bom lembrar que, a partir do momento em que os clientes deixam seus carros com os manobristas, os estabelecimentos – inclusive a empresa que oferece o serviço valet (manobristas que levam e trazem os veículos à porta dos estabelecimentos) – passam a ser responsáveis pela “guarda do bem”. Isso inclui possíveis avarias no seu carro.

Os artigos 20 e 34 do Código de Defesa do Consumidor estabelecem “a restituição imediata da quantia paga, monetariamente atualizada, sem prejuízo de eventuais perdas e danos” e a responsabilidade solidária – o fornecedor do serviço responde pelos atos de seus prepostos.

E, caso você receba futuramente uma multa por estacionamento irregular no horário em que você estava curtindo uma balada e seu carro estava sob as responsabilidades do serviço de manobristas, saiba que quem deve pagar são eles (restaurante ou empresa de manobristas). Neste caso, o Procon pode ser acionado para você conseguir o pagamento da multa da casa noturna ou da própria empresa de manobristas.

Além disso, é possível ainda solicitar a transferência dos pontos da Carteira de Habilitação ao Detran. Por isso, sempre guarde o cupom do estacionamento e, antes de sair com o carro de lá, verifique se há arranhões e avarias na carroceria.Olhe também se os seus pertences continuam no interior do veículo.

 

Veja também...

Veja mais
Carregar mais