Max Verstappen vence mais um GP e tira Hamilton do sério

Por Durval Pereira

Demostrando cada vez mais uma maturidade, para mim insuspeita, o holandês Max Verstappen da Red Bull venceu de ponta a ponta o GP da Estíria.
Depois de duas corridas com muita disputa entre pilotos, o GP da Estíria fez voltar as condições normais da F1 dos tempos atuais que é: largou, manteve a posição, trocou bem os pneus, chegou.
O GP de hoje (domingo 27/06) até teve alguma emoção quanto a ultrapassagens e perseguições, mas Max em nenhum momento deu chances ao seu rival na busca pelo título o inglês Lewis Hamilton da Mercedes.
Foi uma corrida sólida aonde o holandês manteve e demonstrou maturidade e equilíbrio até quando precisou dosar o desgaste dos pneus.
Em terceiro lugar, completando o pódio chegou Valteri Bottas, finlandês companheiro de equipe de Hamilton.
Não é só dentro das pistas que Verstappen se credencia cada vez mais como campeão. Mal perdedor que sempre foi, Hamilton, seu rival, vem ao longo da semana insinuando irregularidades nos carros e no comportamento dos oponentes nas trocas de pneus, alega que a equipe rival infringe o regulamento ao retirar os cobertores dos pneus segundos antes do correto.
A verdade é que o Hamilton sempre teve problemas quando pressionado. Teve problemas na pista com Felipe Massa, teve quando o companheiro de equipe foi o Alonso, perdeu a chance de um título por errar na entrada dos boxes devido a pressão e quando dividia a equipe com o Nico Rosberg virou um reclamão. Isso quer dizer que ele é um extraterrestre? não, muito pelo contrário, a F1 sempre se caracterizou por brigas homéricas fora das pistas: Senna x Mansell, Senna x Piquet, Piquet. X Mansell, Senna x Prost, Piquet x Prost… faz parte do grande grau de competitividade no mundo do automobilismo aonde os egos só não superam os bilhões de dólares envolvidos. Por conseguinte, até nisso o Max Verstappen vem se encaixando como futuro campeão, tem adversário a altura dentro e fora das pistas.
Vale ressaltar que ambos são chatos de dar dó…um é arrogante até a medula, o outro exagera na tentativa de ser o líder mundial no bum mocísmo.
Façam suas apostas, agitem suas bandeiras, Holanda ou Inglaterra? em relação aos pilotos, Áustria ou Alemanha em relação às equipes? o desafio está lançado e não vai demorar muito, semana que vem tem mais, GP da Áustria, circuito de Red Bull Ring. Quem viver torcerá.

Durval Pereira é comentarista automobilístico

Veja também...

Veja mais
Carregar mais