Novo ‘Classe E’ acumula 50 mil pedidos

O novo Classe E foi lançado no mercado europeu em março, e as vendas nos EUA devem começar em julho
O novo Classe E foi lançado no mercado europeu em março

A Mercedes-Benz anunciou que já recebeu mais de 50 mil pedidos de encomenda pela nova geração do sedã Classe E. A boa notícia chega em um momento complicado para as vendas da marca alemã que registraram, em março, 17,5% de queda no volume global de emplacamentos, provocado pela crise econômica mundial. O novo Classe E foi lançado no mercado europeu em março, e as vendas nos Estados Unidos devem começar em julho.

A gama de motores que equipa o sedã é formada por blocos de quatro, seis e oito cilindros, movidos a diesel e gasolina
O veículo é capaz de detectar sinais de sonolência do motorista

A nova geração do Classe E abandonou os faróis de linhas ovais e passa a adotar faróis retangulares. O chassi ficou 30% mais rígido e a suspensão passa a contar com amortecedores que se ajustam automaticamente de acordo com o tipo de piso sob o veículo. Entre as tecnologias embarcadas no veículo destacam-se sistemas capazes de detectar sinais de sonolência do motorista e avisá-lo por meio de alarmes. O sedã vem equipado também com faróis que se adaptam às condições do tráfego e um dispositivo que avisa o motorista, por meio de vibrações no volante, que o carro está desviando da trajetória da pista. A gama de motores que equipa o sedã é formada por blocos de quatro, seis e oito cilindros, movidos a diesel e gasolina.

O veículo avisa o motorista que o carro está desviando da trajetória da pista
O veículo avisa ao motorista que o carro está desviando da trajetória da pista

Desde 2002, ano em que a geração anterior do Classe E foi lançada, foram vendidas 1,3 milhões de unidades do modelo. Há quatro décadas mais de dez milhões de sedãs Classe E foram produzidos.

Veja também...

Veja mais
Carregar mais