Ranger ganha tecnologia

Feita em Pacheco (Argentina) para os países da América do Sul, a Ranger é uma picape global fabricada também na China, Tailândia, África do Sul e na Índia. A Ranger 2017 chega com visual remoçado, pacote tecnológico e opção de motor flex ou diesel

A Ford lançou a Ranger 2017 para o mercado brasileiro. A missão maior é a de enfrentar a badalada Hilux, da Toyota. O modelo da marca japonesa saiu na frente no ano passado com visual totalmente renovado, mais itens de série e uma inédita versão topo da gama, a SRX, com pacote tecnológico e equipamentos diferenciados.

A Ford quer ir atrás da Hilux com a Ranger 2017, que incorporou desenho remoçado, com elementos esportivos e robustos, e itens tecnológicos e mimos extras para motorista e demais passageiros.

Ranger XLT (47)

Feita em Pacheco (Argentina) para os países da América do Sul, a Ranger é uma picape global fabricada também na China, Tailândia, África do Sul e na Índia. A Ranger 2017 tem agora frente imponente, com grade em formato hexagonal e cheia de cromados, faróis com projetor afilados e para-choque reforçado. O visual da Ranger mistura robustez e esportividade. Chega nas versões XLS, XLT e a topo da gama Limited.

A Ford já iniciou o programa de pré-venda de 350 unidades e garante entregar as unidades a partir de maio, com preços que vão dos R$ 99.500 a R$ 118.500 na configuração flex e entre os valores de R$ 129.900 e R$ 179.900 para versões a diesel, todas com cabine dupla.

Ranger XLT

Agora, a Ford aposta na tecnologia embarcada. Mira a Hilux e quer ver pelo retrovisor as rivais – Nissan Frontier, Mitsubishi L200, Volkswagen Amarok e Chevrolet S10, líder de vendas em 2015 e que ganha uma forte reestilização já em maio. O pacote de itens da Ford inclui diferenciais para todas as versões, que já vêm com sete airbags, direção elétrica progressiva e controle eletrônico de estabilidade. A garantia subiu de três para cinco anos. A conectividade vem no novo multimídia e sistema Sync, com recursos de entretenimento, CD/MP3 player, entrada USB, bluetooth, comando de voz para áudio e o uso do smartphone. Possui também sistema de assistência de emergência, com possibilidade de fazer ligações para o SAMU, por meio do celular pareado, e AppLink com 17 aplicativos disponíveis na tela colorida de 4,2 polegadas.

A Ford oferece a Ranger com a opção do motor 2.5 flex, de 173 cavalos e torque de 245 Nm, e câmbio manual de cinco marchas. Além disso, é ofertada com o motor 2.2 Duratorq, de 160 cavalos – são 10 cv a mais – e torque de 385 Nm, além do 3.2 Duratorq com sistema turbodiesel para gerar 200 cavalos e 470 Nm, acoplado ao câmbio automático de seis velocidades e a tração 4×4.

A Ranger tem capacidade de imersão de 80 cm em trechos alagados. De série, a Ranger Limited vem com mais equipamentos em relação à Toyota Hilux. Tem tração 4×4 sob demanda com diferencial traseiro blocante e marcha reduzida. Inclui ainda farol alto automático, sete airbags, controle de tração e de estabilidade, além de sensor de chuva, assistente de frenagem emergencial, de partida em rampas e eletrônico de descida.

A picape da Ford vem também com piloto automático adaptativo com alerta de colisão e o inédito alerta de manutenção de faixa, item ofertado em carros semi-autônomos para garantir a segurança do motorista e demais passageiros. Há sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, câmera de ré com gráficos dinâmicos na tela do multimídia, ar-condicionado automático digital, além de vidros, travas e retrovisores externos elétricos, retrovisor interno antiofuscante e sensor de chuva.

Nova Ranger - Interior (26)

Versões e preços:

– Ranger 2.5 Flex XLS 4×2 5M/T: R$ 99.500
– Ranger 2.5 Flex XLT 4×2 5M/T: R$ 109.500
– Ranger 2.5 Flex Limited 4×2 5M/T*: R$ 118.500
– Ranger 2.2 Diesel XLS 6M/T: R$ 129.900
– Ranger 2.2 Diesel XLS 6A/T: R$ 142.900
– Ranger 3.2 Diesel XLT 6A/T: R$ 166.900
– Ranger 3.2 Diesel Limited 6A/T: R$ 179.900

 

Veja também...

Veja mais
Carregar mais