Scania lança nova geração de caminhões

A Scania apresentou a nova geração de caminhões para os mercados do Brasil e de países da América Latina. Com investimento na ordem de R$ 2,6 bilhões na fábrica de São Bernardo do Campo, São Paulo, a marca sueca renovou sua linha de produtos e avançou para modernizar seu parque industrial com caminhões mais tecnológicos e com melhorias visuais e mecânicas para elevar assim a participação no segmento de transporte.

Roberto Nunes, Guarujá, São Paulo

A nova linha de caminhões Scania chega ao mercado com opções de motores no padrão Euro 5 de emissões. A nova linha Scania será posicionada com preços na faixa de R$ 380 mil a R$ 580 mil. Foram cerca de 600 novas peças, mais de dez mil horas de treinamento e mais de um milhão de quilômetros de testes para oferecer um portfólio de caminhões com cinco tipos de cabines – P,G,R,XT e S – e motores de 7, 9, 13 e V8 de 16 litros, com potências de 220 cavalos a 620 cavalos, para as mais diversas aplicações para o transporte de produtos (de alimentos aos produtos químicos).

 

Scania S 620 V8 6×4 grain transport

Com venda a partir do segundo semestre de 2019, os três motores movidos a GNV/biometano nas versões de 280 cv, 380 cv e 410 cv surgem como uma alternativa no mercado. A Scania avança também na oferta de soluções e alternativas menos poluentes ao meio ambiente com caminhões movidos a gás natural, biometano ou a mistura deles em qualquer proporção. Além de reduzir em até 90% a emissão de CO2, o combustível é mais barato que o diesel e oferece a mais eficiência energética de um motor convencional a diesel. A aposta teve o aval da Citrosuco, a primeira empresa a colocar em sua frota um caminhão movido a gás da Scania. A operação foi anunciada no evento de lançamento da nova geração Scania e começa a valer a partir de dezembro na rota de Matão a Santos (SP) no transporte de suco de laranja.

Investimento no conforto

Além disso, a Scania aposta nesta nova geração de caminhões com as diversas melhorias realizadas no visual como também no ambiente interno para o caminhoneiro. Os novos modelos enaltecem a condição do condutor a bordo. Há novos ajustes nos bancos e coluna de direção, item que sempre foram um complicador para quem roda na estrada. As colunas A ficaram mais finas, e a coluna de direção e volante estão mais integrados. Houve melhorias no painel de instrumentos, e a cabine está mais espaçoso e cheia de gavetas, refrigerador, medidas maiores de cama e na altura do teto para pessoas com de até 2 metros, no caso da inédita cabine S, de piso interno plano.

Scania R 620 XT V8 6×4 sugar cane transport

As cabines são totalmente novas por dentro e por fora. Somando todas as vantagens, a economia total de diesel poderá ser de até 12%. Só os novos motores, equipados com nova tecnologia de alta pressão, garantem até 8% de redução de consumo em comparação com os motores da linha atual, que já são reconhecidos pela economia. A Nova Geração Scania para a América Latina é a mesma da versão global. “O setor de caminhões vive momento de recuperação ao longo do ano. A tendência é seguir este movimento para 2019”, afirma Roberto Barral, vice-presidente das Operações Comerciais da Scania no Brasil. “A ressalva é que não sabemos como se comportará o mercado em geral quando o novo presidente colocar em prática sua política econômica. Já firmamos nosso investimento de R$ 2,6 bilhões até 2020 e confiamos no potencial do País.”

Criada na Europa, a nova geração Scania é resultado de 10 anos de desenvolvimento e investimentos ao redor de 2 bilhões de Euros. No Brasil, estão sendo feitos os ajustes finais na nova linha de produção e em todas as estruturas necessárias para produzir o “melhor caminhão que rodará pelo Brasil”, explica Barral. Em dezembro, serão produzidas as históricas últimas unidades da atual gama. Durante o mês de janeiro, a fábrica será preparada para apenas produzir a Nova Geração. As entregas para os clientes da região e de outros países começam a partir de fevereiro.

O jornalista viajou a convite da Scania do Brasil

 

 

 

 

Veja também...

Veja mais
Carregar mais