Tiguan tem visual moderno e motor TSI

Roberto Nunes

A Volkswagen reforça seu segmento de SUV´s no Brasil. Além do Touareg, a marca alemã chega forte com o inédito T-Cross, modelo compacto, e o médio Tiguan Allspace. Em breve, é possível o lançamento de um modelo abaixo do T-Cross, posicionando a Volks com boas ofertas para o mercado brasileiro.

Autos e Motos testou por 10 dias o novo Tiguan. Maior, espaçoso, tecnológico e com motor turbinado, o Tiguan Allspace é vendido em três versões com a opção de dois motores TSI, transmissão automáica DSG de seis velocidades e função tiptronic, cinco ou sete lugares e pacotaço de equipamentos, incluindo seis airbags, sistema start/stop, direção elétrica, controle de tração e de estabilidade, ar-condicionado de três zonas, entre outros itens.

O Tiguan Allspace é um novo utilitário nas suas versões 250 TSI, Comfortline 250 TSI e R-Line 350 TSI, com valores de R$ 128.990, R$ 153.390 e R$ 184.990, respectivamente. Sua versão intermediária vem equipada também com o motor 1.4 TSI, de 150 cavalos de potência e torque máximo de 25,5 kgfm, e garante espaço para sete lugares, com banco das terceira e segunda fileiras rebatidos para aumentar assim a capacidade de carga do compartimento de bagagens.

Esta versão Comfortline testada pela equipe do Autos e Motos ganhou destaque nas ruas de Salvador. O novo Tiguan tem presença no visual mais jovial e esportivo. Para garantir o conforto de todas as sete pessoas, incluindo o motorista, a Volkswagen caprichou e deu uma anabolizada no seu SUV, que ficou 21 centímetros mais comprido e 11 centímetros maior na distância de entre-eixos em relação ao modelo da geração anterior. Assim, o novo Tiguan tem 4,49 metros de comprimento. A versão de entrada do Allspace é a única que não oferece a terceira fileira de bancos. São 686 litros, sem a terceira fileira, ou 216 litros com sete pessoas.

Construído na plataforma MQB (Matriz Modular Transversal), com aços de alta resistência, o Tiguan chega do México para brigar na faixa do Jeep Compass, líder do segmento, Peugeot 5008, Chevrolet Equinox, Hyundai New Tucson, entre outros modelos. A configuração Comfortline vem com rodas de 18 polegadas e pneus mais largos, freios de estacionamento eletrônico e função Auto-Hold, câmera traseira, controle automático de velocidade, fixação de assentos isofix, sensores de estacionamento (traseiro e dianteiro), volante multifuncional, indicador de pressão de pneus, entre outros itens.

É um carro de linhas clássicas e com uma nova frente de grade bem delineada. Há faróis de LED que iluminam bem no alto e no baixo com regulagem automática de altura. Seu motor 1.4 turbo flex tem respostas rápidas e despeja facilmente seus 150 cavalos de potência. O carro pesa 1.598 quilos e ficou bem com mais 10 cv na potência em relação ao motor 1.4 a gasolina da primeira geração. O desempenho é bom e é possível transportar todo mundo sem ter a sensação que o Tiguan tem peso a mais. A troca de marcha do câmbio automatizado DSG de dupla embreagem é suave e imediata. Nesse tipo de câmbio, a marcha forte ou mais fraca está sempre à disposição e pré-engatada em uma subtransmissão.

A direção elétrica deixa o Tiguan mais amigável, especialmente na hora do engarrafamento. O sistema é do tipo pinhão e cremalheira com assistência eletromecânica e diâmetro de giro para 11,9 metros. Seus freios são de disco ventilado na dianteira e disco sólido na traseira, com ABS e sistemas de controles de tração e de estabilidade. A suspensão dianteira é independente, do tipo McPherson, com barra estabilizadora, e na traseira é McPherson com mola integrada, barra estabilizadora e altura do solo de 20,1 centímetros.

A Volkswagen oferece também o Tiguan R-Line com motor 2.0, com 220 cavalos, e um nível de acabamento melhor e pacote de equipamentos ainda mais cheio, com rodas de 19 polegadas, teto solar, bancos personalizados, volante em couro, sensor de chuva, e muito mais mimos de confortos e visuais.

O pacote topo da gama inclui ainda mais equipamentos dos já existentes. Nas duas versões de entrada, a Volkswagen coloca direção elétrica, ar-condicionado de três zonas, bancos de couro com aquecimento e ajustes elétricos com memória para o do motorista, faróis e lanternas de LED, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, volante multifuncional com borboletas para trocas de marchas, retrovisor interno antiofuscante, sensor de chuva, monitoramento de pressão dos pneus, freio de estacionamento eletrônico, detector de fadiga, central multimídia Discover Media com tela sensível ao toque de 8 polegadas, câmera de ré e GPS, seis airbags, controles de estabilidade e tração, Isofix, rack de teto e frisos cromados e rodas de liga leve aro 18”.

Assim, já é possível perceber que a marca alemã quer realmente seu espaço no mundo dos SUV´s.

 

Veja também...

Veja mais
Carregar mais