Tiida ganha nova grade e equipamentos

O hatch médio da Nissan exibe nova grade dianteira com três filetes contínuos. A peça é parecida com a adotada no Sentra 2010.

O hatch médio da Nissan exibe nova grade dianteira com três filetes contínuos

O Tiida 2010 ganhou novidades no desenho e na lista de equipamentos. O hatch médio da Nissan exibe nova grade dianteira com três filetes contínuos. A peça é parecida com a adotada no Sentra 2010. Esta identidade dos dois modelos é inspirada no sedã de luxo Maxima, vendido nos Estados Unidos e no México. Por falar em México, o Tiida é produzido por lá, na fábrica de Aguascalientes. As mudanças no interior do Tiida começam pelos novos tecidos adotados nos bancos e acabamento das portas. O painel de instrumentos também foi atualizado. A parte central do velocímetro tem agora a mesma cor da parte externa e novo grafismo dos números – segundo a Nissan, facilita a visualização. Os ícones do tacômetro perderam a cor vermelha e passam a ser alaranjados.

Existem duas versões de acabamento: S e SL

Já a lista de equipamentos do Nissan ficou mais recheada. Existem duas versões de acabamento: S e SL. Ambas vêm equipadas de série com ar-condicionado, direção elétrica com assistência variável, vidros elétricos, travas elétricas e airbag duplo para os bancos dianteiros. A novidade é que a versão de entrada S ganhou ajuste de altura no assento do motorista e destravamento automático das portas ao desligar o motor e retirar a chave da ignição – mas é preciso habilitar este recurso na concessionária. E a versão ‘top’ SL passa a vir com rodas de 16 polegadas com desenho esportivo, chave keyless batizada de I-key (e disponível somente com câmbio automático), banco de couro, ar digital e freios com ABS e EBD.

O Tiida mantém os números de 125 cv de potência com gasolina e 126 cv com álcool a 5.200 rpm

A propulsão é igual nas duas versões. O motor de 1.8 litro tem quatro cilindros em linha e 16 válvulas com sistema CVVTCS (Continuosly Variable Valve Timing Control System), que permite ao bloco variar a abertura e fechamento das válvulas para uma queima de combustível mais eficiente. Com isso, o Tiida mantém os números de 125 cv de potência com gasolina e 126 cv com álcool a 5.200 rpm. O torque é de 17,5 kgfm a 4.800 rpm com qualquer combustível. As duas versões vêm equipadas com câmbio manual de seis marchas, mas há opção de câmbio automático de quatro marchas. Segundo a Nissan, o Tiida com câmbio manual chega a 100 km/h em 9,6 segundos. Já com câmbio automático, 0 a 100 km/h demora 11 segundos. Esses números de desempenho foram conseguidos com álcool.

A parte central do velocímetro tem agora a mesma cor da parte externa e novo grafismo dos números

Com as mudanças, a Nissan pretende aumentar as vendas de 350 unidades/mês para 500 unidades mensais este ano. A marca prevê que 60% dos Tiida vendidos serão da versão superior SL e os 40% restantes da configuração de entrada S. A Nissan acredita numa procura de 60% pelo câmbio manual e 40% pelo automático. Os preços do Tiida 2010 são de R$ 48.990 pela versão S e R$ 52.990 pela topo de linha SL. Com câmbio automático, os preços saltam para R$ 53.990 e R$ 57.990, respectivamente. O Tiida 2010 já está à venda nas concessionárias da Nissan.

Veja também...

Veja mais
Carregar mais