Volks faz mudanças no Golf e Variant

A Volkswagen apresentou esta semana a dupla renovada Golf e Variant no Brasil. Se é para mudar, é bom mudar para melhor. O hatch Golf, ícone da indústria automotiva em todo o mundo, ganhou alterações na mecânica e no pacote de itens ofertados no país. Produzido em São José dos Pinhais (Paraná), o hatch médio da VW chega o mercado em três versões – Comfortline, Highline e GTI. Detalhe é a oferta da transmissão automática de 6 marchas para a versão Comfortline, combinada ao motor 200 TSI Total Flex, de 128 cavalos. Já o esportivo GTI é mais nervosinho com o motor 350 TSI de 230 cavalos.

Já o Golf Variant vem da planta de Puebla (México) nas versões Comfortline e Highline, ambas equipadas com o motor 250 TSI Total Flex, de 150 cv, e transmissão automática de 6 marchas.

Se a mecânica é nova, há também mais equipamentos nas versões. De série, os dois modelos têm luzes de uso diurno (DRL) de LED, sistema de infotainment Composition Media com tela sensível ao toque de 8 polegadas e App-Connect (o Golf GTI traz de série o sistema Discover Media), câmera traseira para auxílio ao estacionamento e lanternas traseiras de LED, entre outros. A direção é elétrica progressiva.

O Gol f faz parte da linhagem de carros fabricados na Estratégia Modular MQB. Com isso, o hatch tem alto nível de segurança e ganhou cinco estrelas na proteção para adultos e crianças nos testes de colisão realizados pelo Latin NCAP, programa independente de avaliação de carros novos para a América Latina e Caribe. O Golf tem visual moderno com para-choques redesenhados, faróis com luzes de uso diurno de LED e faróis de LED, em substituição aos de xenônio. A traseira do Golf traz lanternas em LED no Golf e no Golf Variant.

Espaço é o que não falta, principalmente no Golf Variant. A capacidade para colocar as bagagens no porta-malas é de 605 litros (até a altura dos encostos de cabeças no banco traseiro). Com o sistema de rebatimento dos bancos, o espaço sobe para 1.620 litros.

O Golf e o Golf Variant 2018 contam também com novidades em seus interiores. Oferecido de série para as versões Comfortline e Highline (Golf e Golf Variant), o sistema de infotainment Composition Media foi modificado e agora tem tela colorida sensível ao toque de 8 polegadas, com desenho “envidraçado”, mais limpo (há apenas dois botões “físicos”) e com aparência de um tablet. O recurso é equipado com o App-Connect, que permite espelhamento de smartphones por meio das plataformas Android Auto, Apple CarPlay e Mirrorlink, além de entradas para cartão SD, AUX-in e USB e conexão Bluetooth. O sistema Discover Media, que integra navegador, é item de série para o Golf GTI e oferecido como opcional para as versões Highline.

O Golf GTI é o mais esportivo de todas as versões. Tem o Active Info Display, com quadro de instrumentos totalmente digital e programável em uma tela colorida de 12,3 polegadas. Há cinco perfis diferentes de informação no Active Info Display, alterando os dados apresentados. O motorista pode escolher entre os modos “Clássico”, “Consumo e Autonomia”, “Eficiência”, “Performance e Assistentes de Condução” ou “Navegação”. Dados como imagens dos contatos do telefone e capas de álbuns do sistema de infotainment podem ser exibidos no painel.

De série, o Golf e Golf Variant vêm com volante multifuncional revestido de couro e com aletas para trocas de marcha; sensores de chuva e crepuscular e sistema “coming&leaving home”, que mantém os faróis acesos por determinado período (programável pelo computador de bordo). Possui ainda com retrovisor interno eletrocrômico, controlador automático de velocidade (“cruise control”) e câmera traseira para estacionamento. As rodas de liga leve de 16 polegadas são novas, com desenho Venturi. As lanternas traseiras são de LED. Os dois carros têm sete airbags; sensores de estacionamento dianteiros e traseiros; bloqueio eletrônico do diferencial EDS e XDS+; controle eletrônico de estabilidade (ESC) e ar-condicionado Climatic.

A Volks oferece um pacote de opcionais. Entre eles, estão o teto solar, rodas de liga leve de 17 polegadas com desenho “Karlskoga” e o pacote Premium, que integra sistema ACC com Front Assist e City Emergency Brake, sistema Pro Active, sensor de fadiga, sistema FLA de ajuste automático de farol alto, faróis de LED, sistema Park Assist 2.0 e o sistema de infotainment Discover Media. No Golf GTI, há ainda Controle Adaptativo de Velocidade e Distância (ACC), sistema Park Assist 2.0, faróis de LED, lanternas traseiras com LED sequencial, sistema de proteção ativa dos ocupantes (Pro-Active), sistema e controle do farol alto (FLA) e sensor de fadiga do motorista. Além disso, a montadora tem também o pacote Sport, com rodas de 18 polegadas e bancos de couro com regulagem elétrica para o banco do motorista.
O tom da carroceria nas versões Comfortline e Highline do Golf tem cinco opções: Preto Ninja, Branco Puro e Vermelho Tornado (sólidas); Prata Sargas e Cinza Platinum (metálicas). O Golf GTI oferece as mesmas opções, exceto pela perolizada Preto Mystic (em substituição à Preto Ninja) e a metálica Prata Snow. O Golf Variant tem como opções as cores Branco Puro (sólida), Azul Night, Prata Tungstênio, Prata Snow, Cinza Platinum (metálicas) e Preto Mystic (perolizada).

Veja as mudanças: 

O Golf e Golf Variant são equipados exclusivamente com motores TSI, que combinam injeção direta de combustível e turbocompressor. Esses recursos são a base da tecnologia TSI, permitindo o downsizing (redução da cilindrada, com excelente desempenho), de forma a entregar muito prazer ao dirigir e alta eficiência energética. Todos os motores TSI se destacam por seu baixo consumo de combustível, alta potência e elevado torque a partir de baixas rotações.

Motor 200 TSI Total Flex. A versão Comfortline do Golf é equipada com o motor 200 TSI Total Flex, que agora gera potência de até 128 cv a 5.500 rpm com etanol (ganho de 3 cv, obtido por meio de nova calibração do motor). O motor tem potência máxima de 116 cv (85 kW) quando abastecido com gasolina, também a 5.500 rpm. O torque máximo é de excelentes 200 Nm (20,4 kgfm), com gasolina ou etanol, a partir de 2.000 rpm. Já a 1.500 rpm o motor oferece quase 90% de seu torque (175 Nm, ou 17,8 kgfm), o que se traduz em respostas instantâneas ao acelerador e muita agilidade no trânsito ou em estradas. Outra novidade para a linha 2018 é a combinação inédita do motor 200 TSI com a transmissão automática de seis marchas, que substitui nessa versão a transmissão manual anteriormente oferecida.

Motor 250 TSI Total Flex. O Golf Highline e o Golf Variant nas versões Comfortline e Highline são equipados com o motor 250 TSI Total Flex. Esse motor desenvolve potência de 150 cv (etanol e gasolina) a 4.500 rpm. Seu torque máximo, de 250 Nm (25,5 kgfm), surge a apenas 1.500 rpm, independentemente da mistura de combustível. O motor é combinado à transmissão automática de 6 marchas (com conversor de torque) com função Tiptronic AQ250-6F. O Golf Variant também entrega desempenho de esportivo, acelerando de 0 a 100 km/h em 9,1 segundos e atingindo a velocidade máxima de 207 km/h (dados com etanol; com gasolina, o modelo vai de 0 a 100 km/h em 9,2 segundos e atinge 206 km/h de velocidade máxima).

Motor 350 TSI. O motor 350 TSI que equipa o Golf GTI está mais potente. Agora são 230 cv, ganho de 10 cv sobre a versão anterior. Assim como ocorreu com o 200 TSI, o acréscimo de potência foi obtido por meio de nova calibração do motor. A potência máxima ocorre agora a 4.700 rpm, mantendo-se até 6.200 rpm. O torque máximo permaneceu em 35,7 kgfm (350 Nm), na faixa de 1.500 rpm a 4.600 rpm.

 

Veja também...

Veja mais
Carregar mais