Bahia ganha empresa de blindagem de carros

O setor de carros blindados está em expansão no Brasil. O crescimento da violência nas grandes cidades termina sendo um dos motivos mais reais para a blindagem de um veículo. Segundo levantamento feito pela Abrablim, Associação Brasileira de Blindagem, divulgada este mês, foram blindados 11.912 veículos no Brasil em 2018. O número é 21,4% inferior ao 2017, quando o volume total chegou a 15.145  unidades. No entanto, o número de blindadoras tem crescimento, especialmente na região Nordeste e em cidades como Salvador.

A entidade indica um crescimento de 20% a 25% na produção do setor e a volta a patamar próximo de 15 mil unidades. Na capital baiana, o consumidor ganha mais uma opção. A Bullet Liner chega ao país por meio da VSK Tactical Brasil, que tem como CEO Marcellus Ferreira Pinto. A tecnologia pertence a Accella Polyurethane Systems, o maior fabricante e produtor independente de poliuretanos do mundo.

A empresa está com stand no Arena Offroad, o mais evento de 4×4 do Nordeste realizado durante a Fenagro, no Parque de exposição de Salvador. A Fenagro é a maior feira agropecuária do Nordeste e inclui empresas de diversos setores, como o de automóveis. O serviço da Bullet Liner é aplicado com um spray. Assim, o revestimento protege contra danos abrasivos (ferrugem, riscos, colisões etc.), aumentando sobremaneira a resistência da superfície em que é aplicado. Nos Estados Unidos, onde está há mais de 30 anos no mercado, o produto é comercializado e classificado como resistente à bala e estilhaços de explosivos. No Brasil, em breve será vendido oficialmente como blindagem após finalizar todos os processos de certificações.

 

Veja também...

Veja mais
Carregar mais