Coronavírus impede trilhas mas aumenta a paixão do trilheiro pelo 4×4

Por Samuel Daud

Falar da pandemia do Cornavírus, das medidas que estão sendo adotadas pelo Governo Federal, Estaduais e Municipais, todos os veículos de impressa estão exaustivamente explicando, comentando e trazendo dados atualizados. Há até a polêmica se devemos
ou não cumprir a quarentena horizontal ou vertical. Se devemos proteger a vida ou a economia? Quero sim falar como os Jipeiros estão sobrevivendo a esse calamidade.

No mundo Offroad, os trilheiros buscam a liberdade, a fuga da cidade para a  “lama perfeita”.  Como estamos conseguindo sobreviver em meio ao isolamento social dentro de suas casas e longe das trilhas, do churrasco improvisado no meio do mato, das
reuniões, das oficinas, enfim, de tudo que atrai tantos amantes desse esporte?

Eventos esportivos e, em especial os ligados ao offroad, estão sendo adiados ou mesmo cancelados, a exemplo 14º Serjeep Fest, organizado pelo Clube Serjeep Off Road, que aconteceria entre os dias 30/04 a 03/05/2020. Em nota a organização comunicou a suspensão e que seguirá a recomendação dos governantes que adotaram medidas restritivas, porém necessárias à contenção COVID-19, objetivando a preservação da vida e da saúde de todos. Por isso, a decisão de adiar o evento.

Ora, além do isolamento social, chegam a todo o momento notícias reportando o cancelamento de atividades voltadas para o mundo fora de estrada, como a TAC2020 organizada pelo aventureiro Sergio Holanda, o comprometimento da expedição organizada pelo pessoal de Maceió que já estão com suas viaturas que seguiram para Manaus/Al via transportadora, e seus proprietários não conseguiram embarcar no voo que os levaria para a Transamazônica no início do mês de Março, nos reportou Marcinho e Carlinhos Bagaceira, um dos organizadores dessa aventura.

É certo que devemos seguir as diretrizes do Ministério da Saúde e da OMS para a situação da COVID-19 no Brasil, mas não podemos deixar de registrar que temos vários Jipeiros e Jipeiras aprisionados em seus lares, cumprindo as determinações com os corações apertados, por deixar suas viaturas paradas em nome da rápida solução da pandemia.

Com as incertezas da economia, resta lembrarmos dos antigos eventos, das trilhas manter as amizades fortalecidas, e claro, não deixar a rede de solidariedade e ajuda aos necessitados, que mesmo com a impossibilidade de descolamentos, existem opções de doações a distância! Então não vamos deixar o sentimento jipeiro morrer! Vamos ajudar e sermos ajudados
sempre. #papodejipeiro #autosemotos #fiqueemcasa

Veja também...

Veja mais
Carregar mais