Honda PCX lidera o segmento de scooters

De perfil urbano e fácil de pilotagem, o scooter é uma motoneta para uso mais nas grandes cidades. Enfrentar engarrafamento, estacionar em locais pequenos e baixo consumo de combustível são as qualidades de modelos como a Honda PCX, o scooter mais vendido entre os meses de janeiro e julho de 2019.

A PCX ganhou melhorias e chega desde o início deste ano com visual renovado e com mais tecnologia. Estreia nova suspensão traseira e vem equipado com freios ABS nas versões mais caras. Os preços começam em R$ 11.620 na versão CBS (prata metálico e azul perolizado) e chegam a R$ 12.990 nas variantes DLX ABS e Sport ABS (branco perolizado e prata metálico, respectivamente).

Seu motor conta com um cilindro e 149,3 cc de cilindrada. Somente com gasolina, gera 13,2 cv a 8.500 rpm e 1,38 kgfm de torque a 5.000 rpm, com consumo urbano de até 47,5 km/l. O câmbio é do tipo CVT e o tanque tem capacidade para até 8 litros de combustível.

Scooters mais vendidas (Brasil)

1. Honda PCX – 18.262 unidades
2. Honda Elite 125 – 9.618 unidades
3. Yamaha NMax – 8.364 unidades
4. Yamaha Neo 125 – 8.054 unidades
5. Honda SH150i – 3.206 unidades
Fonte: Emplacamento Janeiro/julho 2019

Veja também...

Veja mais
Carregar mais