Nova S10 traz sistema Wi-Fi a bordo para roça

Por Roberto Nunes

Referência no segmento de picapes médias no Brasil, a Chevrolet S10 ganhou inovações nunca vistas em um modelo com caçamba. Além do visual arrojado e a tradicional tração 4×4 acoplada ao motor a diesel, a S10 incorporou inédito sistema wi-fi a bordo e atualizações no MyLink, o multimídia para garantir melhor emparelhamento com o smartphone e o uso de aplicativos prediletos na tela de 8 polegadas com Android Auto ou Apple Car Play.
AUTOS E MOTOS rodou com a S10 Hign Country, a topo da gama equipada com motorzão 2.8 turbodiesel de 200 cavalos, câmbio automatico de seis velocidades e a tracao 4×4. Desta vez, a Chevrolet elevou o sarrafo das picapes e deu um salto maior para distanciar as rivais Toyota Hilux, Ford Ranger, Mitsubishi L200, Nissan Frontier e a Volkswagen Amarok, que aumentou a potência do motor V6 para 258 cavalos.

A Chevrolet oferece a S10 nas configuracoes Ls, Advantage, LT, LTZ e High Country, as de entrada com motor flex e tração 4×2 e as mais caras com motor diesel. Tem preço inicial de R$ 125 mil na S10 Advantage Flex 4×2 e R$ 214 mil na S10 High Country.

Para quem deseja uma picape vistosa, equipada e com tecnologia, a S10 High Country sai na frente das rivais. Tem volume de cacamba de 1.329 litros de capacidade e suas melhorias aumentaram o ângulo de entrada, passando de 27 graus para 29 graus. Tem rodas esportivas de 18 polegadas e itens de segurança como alerta de colisão frontal, alerta de saída p de faixas, controle eletrônico de estabilidade e de tração, alem de frenagem de emergência, sistema Isofix para cadeirinha infantil e faróis auxiliares com proteção para as lâmpadas.
O que mais surprendeu na S10 esta no pacote de equipamentos de tecnologia embarcada. Já tem tempo que modelos como a Ranger e a S10 incorporaram itens de segurança e de auxílio ao condutor. Leitos de faixas e sistema de alerta de frenagem de emergência são dispositivos de carros de passeio, e estes componentes foram ofertados nas versões mais caras das picapes. Isso mostra que as fabricantes estão atentas e jã perceberam que as picapes cada vez mais são usadas em situações urbanas.


A S10 High Country tem pegada de picape “bruta”, boa de estrada como também excelente para o uso na roça e nas estradas mais emburradas. O motor 2.8 com turbo abastecimento com diesel tem 200 cavalos de potência e 51 kgfm de torque. A linha 2021 da S10 vem com seis airbags, assistente de partida em rampa, direção elétrica, alerta de pressão dos pneus, controle de velocidade de descida e faróis de neblina.
Tem também seus pecados por oferecer chave-canivete sem sistema de sensor para abertura e fechamento das portas, ignição convencional (sem botão para ligar e desligar o motor) e ausência de sistema de carregamento por indução do smartphone, dispositivo ofertado no Onix Premier e que não tem na picape S10.
Mas a Chevrolet compensa isso com o OnStar, sistema de concierge onde o motorista aciona por um botão no retrovisor para conseguir informações por meio de uma atendente presencial. Alem do OnStar, a S10 High Country tem wi-fi nativo e você pode usar a internet, utilizando o carro como roteador, um avanço para os picapeiros de plantão.

A Chevrolet apostou também no pacote visual da S10, que valorizou as luzes diurnas de LED, faróis com acendimento automático, rack de teto, capota marítima, santantônio e uma nova grade ao estilo Silverado e logomarca localizada mais para o lado direito, saindo da posicao central e tradicional.

Veja também...

Veja mais
Carregar mais