Saiba como transportar bagagem no carro

Viajar de carro no fim do ano pode ser sinônimo de muitas malas, cooler, roupa de cama e de banho, brinquedos e outros itens, que, muitas vezes, vão espalhados pelo assoalho ou até mesmo no colo dos passageiros. Mas o excesso de carga e sua disposição incorreta dentro veículo representam riscos aos ocupantes, alerta o CESVI Brasil (Centro de Experimentação e Segurança Viária).

Segundo Emerson Feliciano, gerente sênior de Pesquisa e Desenvolvimento do CESVI Brasil, toda bagagem deve ser transportada no porta-malas. “Viajar com objetos soltos na cabine é um risco, pois em uma possível colisão, esses itens podem atingir uma força 50 vezes maior do que o seu peso. Por isso, é importante manter toda a bagagem isolada.”

Sete dicas para levar bagagem na viagem de carro

1) Peso: A capacidade de carga máxima de todo veículo é informada no manual do proprietário. Não respeitar esse limite, pode implicar em risco de danos a estrutura e componentes mecânicos, como aumento do desgaste de freios e suspensão.

2) Na cabine: Pequenos volumes, como bolsas e mochilas, podem ficar no assoalho – nunca sobre o painel frontal ou o tampão traseiro, pois a visão das janelas (laterais ou traseira) não deve ser obstruída.

3) No porta-malas: A distribuição correta do peso dos objetivos no bagageiro é essencial para manter a estabilidade do carro. Malas e outros itens mais pesados devem ficar no fundo do porta-malas, de preferência em cima do eixo traseiro.

4) Bicicleta: se for transportá-la com banco traseiro rebaixado, a bicicleta deve ser fixada de maneira que ela não se desprenda ou se mova livremente. Fora do veículo, prefira racks de teto. Em suportes traseiros, lembre-se que não é permitido cobrir a placa e as luzes da lanterna nem ultrapassar a largura do veículo. No caso de cobrir as luzes ou a placa do carro, instale lanternas e placa sobressalentes.

5) Bagageiro e rack: Esses itens são excelentes formas de ampliar a capacidade de carga do veículo, devendo ser instalados de acordo com os limites de peso estabelecidos pelo fabricante. Além disso, os racks não podem ultrapassar a lateral do veículo e sua altura máxima deve ser de 50 centímetros acima da linha do teto.

6) Calibragem: a pressão nos pneus deve condizer com a quantidade de carga transportada para garantir a estabilidade na direção. Com o carro mais pesado, exige uma pressão maior, conforme indicado no manual do proprietário.

7) Como conduzir: Fique atento! Com o carro carregado, a capacidade de frenagem diminui, ou seja, exige uma distância maior e mais tempo. Além dos freios, o excesso de peso pode impactar na aceleração e no tempo de retomada do carro nas curvas. Por isso, evite fazer manobras arriscadas no trânsito.

Veja também...

Veja mais
Carregar mais