Verstappen desbanca hegemonia Mercedes na F1

Por Pedro Marchesini

 

Red Bull Ring é um circuito de corrida localizado na vila de Spielberg, perto da cidade de Zeltweg na Áustria, que sediou o  Grande Prêmio da Áustria  de  Fórmula 1 por 18 anos consecutivos, desde  1970  até  1987 . O circuito, mais tarde, foi encurtado, reconstruído e renomeado para A1-Ringe recebendo o Grande Prêmio da Áustria de 1997 a 2003.

Partes do circuito, incluindo os pits e a arquibancada principal, foram demolidas, mas os trabalhos de construção foram interrompidos e o circuito permaneceu inutilizável por vários anos, antes de ser adquirido pela  Red Bull  e reconstruído. Renomeado de Red Bull Ring, a pista foi reaberta em 15 de maio de 2011. A Fórmula 1 voltou ao circuito na temporada de 2014.

O circuito tem 4.318 metros e a prova 71 voltas, totalizando 306,578 KM. Após um fatídico grande prêmio da França, a Formula 1 a melhor corrida da temporada. A Ferrari levou para Áustria novas atualizações aerodinâmicas, e fez a diferença no desempenho dos carros de Charles Leclerc e Sebastian Vettel.

Nos treinos livre a equipe italiana já mostrava que tinha carro para brigar por uma pole com a Mercedes e a Red Bull. S Vettel teve problema com seu carro e largou no grid em 10º lugar. C Leclerc fez sua segunda pole no campeonato, com direito a Record da pista – 1:03.003. O Top 10 do grid no GP da Áustria, 1º Leclerc-Ferrari, 2º L Hamilton-Mercedes, 3º M Verstappen-Red Bull Honda, 4º V Bottas-Mercedes, 5º K Magnussen-Haas Ferrari, 6º L Norris-McLaren, 7º K Raikkonen-Alfa-Romeo Ferrari, 8º A Giovinazzi-Alfa Romeo Ferrari, 9º P Gasly-Red Bull e 10º Sebastian Vettel-Ferrari.

Charles Leclerc tinha um carro muito bem acertado, permaneceu na primeira posição quase toda corrida, mas não teve como segurar o arrojo do holandês Max Verstappen da Red Bull-Honda. Faltando duas voltas para o final, Verstappen fez uma ultrapassagem sensacional em cima do piloto da Ferrari. Max Verstappen largou em terceiro lugar, teve um problema na largada, e despencou para sétimo.
Max mostrou que é um piloto diferenciado e arrojado, deu inicio a uma série de ultrapassagens, e assim, foi assumindo novas posições. Fez o pit para a troca dos pneus na volta de numero 32. Voltou na
quarta posição, tendo a sua frente S Vettel-Ferrari, V Bottas-Mercedes e C Leclerc-Ferrari em primeiro.

Max Verstappen passa Vettel e assume a terceira posição, partindo em busca da segunda colocação. Em seguida ultrapassou V Bottas-Mercedes e partiu para buscar a primeira colocação. Daí em diante um show de pilotagem. Foi tirando a diferença para Charles Leclerc, que na volta de numero 60/71 era pouco mais de 4.4 segundos. Era uma questão de tempo. Faltando duas voltas para o final, Verstappen fez uma incrível ultrapassagem na curva três, impossibilitando o piloto da Ferrari de qualquer manobra para preservar a posição. Na ultrapassagem, aconteceu um toque entre os dois carros, Leclerc, teve seu carro jogado fora do traçado e Verstappen assume a primeira posição. Essa manobra foi para investigação dos comissários durante mais de três horas após o término da corrida.

Então veio a confirmação da belíssima vitória do holandês Max Verstappen-Red Bull com o motor Honda. Essa é a primeira vitória da Honda, após seu retorno a Formula 1. Para coroar a vitória brilhante, o holandês marcou a melhor volta da corrida, 1:07.475, e faturou o ponto extra. V Bottas-Mercedes, teve uma atuação mediana e simplória na corrida da Áustria, terminando em terceiro lugar no geral.
S Vettel-Ferrari que largou na decima posição, fez dois pit e terminou na quarta colocação, fazendo uma corrida de recuperação. Lewis Hamilton-Mercedes terminou em quinto lugar .

O inglês não teve um bom rendimento nesta prova, sendo a pior colocação dele na temporada. Na sexta posição, aparece Lando Norris-McLaren, que vem mostrando um ótimo rendimento com a McLaren-Renault, que largou em oitavo e fez um ótimo final de semana. Largando na quinta posição, Pierre Gasly fez uma corrida mediana, ficou em sétimo lugar, atrás 23 segundos do seu companheiro Max
Verstappen, que teve um vitória para ficar na história da Formula 1. Carlos Sainz largou no final do grid, teve um ótimo desempenho com a McLaren-Renault, fechando a corrida em oitavo lugar no geral.
A equipe Alfa Romeo-Ferrari com seus dois pilotos, Kimi Räikkönen e Antonio Giovinazzi, fecharam o TOP 10 do grid de chegada na 9º etapa
do mundial de Formula 1.

A 10º etapa do mundial será na Inglaterra, no tradicional circuito de Silverstone em 14 de julho de 2019.

Pedro Marchesini é colunista de automotibilismo

 

Formula 1 GP da Áustria, Red Bull Ring resultado final.
1º M Verstappen Red Bull Honda 71 Voltas
2º C Leclerc Ferrari
3º V Bottas Mercedes
4º S Vettel Ferrari
5º L Hamilton Mercedes
6º L Norris McLaren Renault
7º P Gasly Red Bull
8º C Sainz JR McLaren Renault
9º K Räikkönen Alfa Romeo Ferrari
10º A Giovinazzi Alfa Romeo Ferrari
11º S Perez Racing Pont Mercedes
12º D Ricciardo Renault
13º N Hulkenberg Renault
14º L Stroll Racing Pont Mercedes
15º A Albon Toro Rosso Honda
16º R Grosjean Haas Ferrari
17º D Kvyat Toro Rosso Honda
18º G Russel Williams Mercedes
19º K Magnussen Haas Ferrari
20º R Kubica Williams Mercedes
Mundial de pilotos:
Piloto
1º – Lewis Hamilton 197 pontos
2º – Valtteri Bottas 166 pontos
3º – Max Verstappen 126 pontos
4º – Sebastian Vettel 123 pontos
5º – Charles Leclerc 105 pontos
6º – Pierre Gasly 43 pontos
7º – Carlos Sainz 30 pontos
8º – Lando Norris 22 pontos
9º – Kimi Räikkönen 21 pontos
10º– Daniel Ricciardo 16 pontos
11º – Nico Hulkenberg 16 pontos
12º – Kevin Magnussen 14 pontos
13º – Sergio Perez 13 pontos
14º – Daniil Kvyat 10 pontos
15º – Alexander Albon 7 pontos
16º – Lance Stroll 6 pontos
17º – Romain Grosjean 2 pontos
18º – Antonio Giovinazzi 1 ponto
19º – George Russell 0 ponto
20º – Robert Kubica 0 ponto

Mundial de Construtores:
Equipe Pontos
1º Mercedes 363
2º Ferrari 228
3º Red Bull 169
4º McLaren 52
5º Renault 32
6º Alfa Romeo 22
7º Racing Point 19
8º Torro Rosso 17
9º Haas 16

10º Williams 0
Voltas Rápidas:
1º Etapa GP Austrália – Valtteri Bottas 1:25.580
2º Etapa GP Bahrein _ Charles Leclerc 1:33.411
3º Etapa GP China _ Pierre Gasly 1:34.742
4º Etapa GP Azerbaijão _ Charles Leclerc 1:43.009
5º Etapa GP Barcelona _ Lewis Hamilton 1:18.492
6º Etapa GP Mônaco – Pierre Gasly 1:14.279
7º Etapa GP Montreal – Valtteri Bottas 1:13.078
8º Etapa GP França – Sebastian Vettel 1:32.764
9º Etapa GP Áustria – Max Verstappen 1:07.475

 

Veja também...

Veja mais
Carregar mais